Close

Depois de ter escrito o artigo “Quanto custa viajar para Fernando de Noronha” achei interessante colocar no papel todos os nossos gastos e bater exatamente quanto nós gastamos durante a nossa viagem no período de 30 de setembro e 7 de outubro de 2017. Anotamos tudo, do valor do hotel, passando pela camisa de proteção UV que compramos na lojinha Amo Noronha até a cervejinha que eu tomei assistindo ao pôr do sol no fortinho do Boldró.

Lembrando que nós levamos do Rio de Janeiro 2 kits de snorkel + nadadeiras e antes de embarcarmos para Noronha, fizemos umas comprinhas em Recife, portanto levamos 12 garrafas d’água algumas cervejas, biscoitos e algumas frutas para o Bernardo.

Quer saber quanto nos custou 7 noites em Noronha? Vamos lá!

Quanto custa viajar para Fernando de Noronha

Passagens aéreas

Nos planejamos com bastante antecedência para essa viagem e fizemos a compra da passagem Recife > Noronha em fevereiro de 2017, após encontrarmos promoções para Fernando de Noronha. Pagamos R$ 680 ida e volta para a ilha, saindo de Recife.

As passagens Rio de Janeiro > Recife compramos pelas milhas aéreas que tínhamos acumuladas, por tanto não tivemos nenhum gasto aqui.

Quanto custa viagem para fernando de noronha

Hospedagem

Essa foi a primeira viagem mais longa do nosso filho, então acabamos escolhendo uma pousada com um certo conforto e com uma excelente localização na vila dos remédios. Ficamos na Pousada Simpatia da Ilha e pagamos R$ 3.800 por 7 noites para duas pessoas, portanto R$ 1.900 por pessoa de hospedagem.

Há opções um pouco mais baratas e confortáveis na ilha, porém nossa prioridade era ficar bem localizados e achamos essa a melhor opção. Confira o artigo “Onde se hospedar em Fernando de Noronha: 80 opções de pousadas“.

Taxas

Como explicamos em outros artigos aqui no blog, aqui não tem pra onde correr. Todos vão pagar os mesmos valores das taxas. Gastamos R$ 432 da TPA + R$ 99 do ingresso do Parque Nacional Marinho.

Gastos dia a dia

Passagem, hospedagem e as taxas são os gastos obrigatórios da sua viagem. Uns vão conseguir economizar um pouco mais na hospedagem, outros nas passagens e alguns vão ficar um tempo mais curto na ilha, reduzindo o gasto com as taxas.

Agora para ficar bem detalhado, para você entender como gastamos o dinheiro durante a viagem e ter uma ideia do quanto você irá gastar também, vamos esmiuçar dia a dia da nossa viagem separando em alimentação, transporte, passeios (que inclui guias e aluguel de equipamentos para mergulho) e outros gastos (chip de celular, aluguel guarda sol, etc).

Quanto custa viajar para Fernando de Noronha

30/09 – Sábado – Chegada em Noronha

Alimentação: R$ 122 (Jantar no Bar do Cachorro)

Outros gastos: R$ 115 (camisa UV da Amo Noronha)

01/10 – Praia do Sancho e pôr do sol no Bar do Meio

Transporte: R$ 100 (bandeira 2 aos finais de semana)

Alimentação: R$ 152 (Petiscos + bebidas no bar do meio)

Outros gastos: R$ 180 (Aluguel de guarda sol e blusas que a Jéssica comprou)

02/10 – Praia do Sueste e Praia do Boldró

Transporte: R$ 89

Alimentação: R$ 58 (Quentinha + um refrigerante)

Passeios R$ 47 (Aluguem de um colete + guia para snorkel)

Outros gastos: R$ 127 ( Uma blusa, 1 refrigerante, aluguel de 1 colete para mergulho, 1 paçoquita. aluguel de um guarda sol e um guia para snorkel)

03/10 – Cacimba do Padre, Baia dos Porcos e pôr do sol no fortinho do Boldró

Transporte: R$ 112

Alimentação: R$ 244 (Quentinha de almoço, 2 heinekens, Jantar no Empório São Miguel)

Outros gastos: R$ 30 (Aluguel de guarda sol)

04/10 – Trilha dos Abreus e Praia do Porto

Transporte: R$ 108

Alimentação: R$ 235 (almoço no restaurante Mergulhão na praia do Porto)

Passeios: R$ 40 (contratação de um guia para levar até o naufrágio)

Outros gastos: R$ 150 (Camisa UV da Jéssica e barraca na praia, chio de celular e R$ 15 em créditos)

05/10 – Trilha curta do Atalaia e Mirante da Baía dos Porcos

Transporte: R$ 102

Alimentação: R$292 (Almoço no restaurante Ginga, mini compras no mercado, 2 x-picanha)

Passeios: R$ 20 ( Aluguel de coletes no Atalaia)

06/10 – Passeio de Barco e Mergulho na Praia do Porto

Transporte: R$ 60

Alimentação: R$ 230 ( Bebidas no passeio de barco e Jantar no restaurante Flamboyants)

Passeios: R$ 900 (R$200/pessoa Passeio de barco e R$250/pessoa Mergulho em Noronha)

Outros gastos: R$ 330 (Fotógrafo do Mergulho e pen drive com as fotos)

07/10 – Passeio a pé pelo Porto e Praia da Conceição

Transporte: R$ 80

Alimentação: R$ 40 (Almoço na mãezinha)

Total de gastos durante a nossa viagem

Passagens: R$ 2.290

Hospedagem: R$ 3.800

Taxas: R$ 1.060

Transporte: R$ 650

Alimentação: R$ 1.370

Passeios: R$ 1.000

Outros gastos: R$ 930

TOTAL PARA UM CASAL  = R$ 11.100

TOTAL POR PESSOA = R$ 5.550

Considerações finais

Quem acompanhou nossa viagem pelo Instagram Stories viu que nós fizemos uma viagem bem confortável, aproveitando ao máximo todo o tempo da viagem. Equilibramos um pouco na hora das refeições mas não deixamos de fazer nenhum passeio que gostaríamos de fazer e ainda compramos algumas blusas com estampas de Noronha.

Além disso, estávamos com nosso filho de 7 meses e acabamos gastando dinheiro em algumas coisas que talvez não gastaríamos se não estivéssemos com o Bernardinho, como o guarda sol no dia da praia do Sancho, na praia do Sueste e na praia do Porto (R$ 90), alguns deslocamentos de táxi que fizemos para até a pousada na hora do almoço para alimenta-lo, e por ai vai.


Quer ler mais sobre Fernando de Noronha? Confira também:

Praia do Sancho e Mirante Dois Irmãos – O melhor passeio de Noronha

Onde se hospedar em Fernando de Noronha – 80 opções de pousadas

Quanto custa viajar para Fernando de Noronha

Baía dos Porcos e Morro Dois Irmãos – os cartões postais de Noronha

Fernando de Noronha – Tudo o que você precisa saber antes de viajar

Praia do Sueste – nadando com tubarões e tartarugas em Noronha

Vai para Fernando de Noronha? Confira todas as opções de hospedagem na ilha!
banner-booking

Sobre o autor

Carioca da gema, flamenguista, psicólogo e apaixonado por fotografia. Para ele, qualquer lugar é perfeito com céu azul, sol e uma cerveja gelada. Após dois anos morando em Dublin, é hora de retomar a vida no Brasil e desbravar cada cantinho do nosso país.