Close

Em outubro de 2017 fomos convidados para a 3ª edição do Pocando no Espirito Santo, um evento anual organizado pelo Deivson Santana e pela Nathana Santos do Capixabas na Estrada, e que tem como objetivo divulgar as belezas do estado do ponto de vista de cada blogueiro.

O evento veio em um excelente momento. O Espírito Santo estava há muito tempo na minha lista, mas sempre por algum motivo eu acabava adiando a viagem. Era hora de descobrir tudo o que o ES tinha a oferecer.

Dia 1 – Domingos Martins

O primeiro dia começou em Vitória, onde nos reunimos e após um rápido passeio pela cidade, partimos para Domingos Martins, onde ficaríamos hospedados no Hotel Fazenda China Park.

Chegamos no final da tarde e a estrutura do local é impressionante. É um daqueles hotéis que valem a viagem por si só. O hotel possui um Centro de Vivência com cinema, academia, área recreativa e bem ao lado está o Centro Termal, uma área com piscinas, ofurôs e sauna, tudo isso em um ambiente aquecido.

Além de tudo isso o Hotel China Park também oferece um parque aquático, um teleférico de 1,2 km de extensão e a terceira maior tirolesa do Brasil! Você sobe pelo teleférico, chega num mirante com uma vista panorâmica do hotel e da região e depois desce na tirolesa. Outra opção, essa com menos emoção, é descer pelo teleférico também.

Dia 2: Pedra Azul e Vitória

Rota do Lagarto

Acordamos bem cedinho e partimos para o local que eu estava mais ansioso para visitar, a Rota do Lagarto, na região da Pedra Azul.

A Rota do Lagarto é um passeio imperdível no Espírito Santo. Se trata de uma pequena rodovia que corta parte da região do Parque Estadual Pedra Azul e se estende por cerca de 7 km. Ela começa no Km 90 da BR 262 no Restaurante Peterle, e segue por 8 km até a rodovia ES 164.

O que mais impressiona aqui é o visual que você tem da Pedra Azul. Ao longo da rodovia, você consegue ter uma vista de diversos ângulos da pedra. Prepare-se para parar o carro a cada 5 minutos para uma foto com a Pedra Azul ao fundo.

Já no final da Rota do Lagarto, você encontrará alguns cafés e lojas vendendo artesanato. Nós paramos no Tuia Gastronomia e Arte, onde tomamos um delicioso chocolate quente.

Onde ficar na Rota do Lagarto?

No final da tarde, ainda tivemos a oportunidade de conhecer o Bristol Vista Azul. Um hotel com uma excelente estrutura e com uma vista panorâmica incrível da Pedra Azul, num mirante localizado no topo do hotel. Sem dúvida uma das melhores opções de hospedagem pela região.

Abertura do Pocando no ES

No mesmo dia voltamos para Vitória, onde ficaríamos hospedados no Bristol La Residence. Após curtir uma piscina rápida era hora de partimos para a abertura oficial do evento, que aconteceu no Hotel Senac Ilha do Boi e contou com palestras sobre turismo e arte, com a artista plástica Deyse Resende e sobre o mercado de blogs, com o especialista em marketing digital Franklin Rocha.

Onde comer em Vila Velha

Após a abertura do evento fomos jantar no restaurante Caponata Gastrobar, em Vila Velha. Esse definitivamente é um restaurante que você deve conhecer pela região. Tudo maravilhoso, desde o ambiente, passando pelo atendimento, variedade no cardápio e finalizando na comida. Tudo MUITO bom!

Gostamos tanto do lugar que eu, a Mari do Quase Nômade e a Vivian do Viva, Viaje fechamos o bar. Literalmente.

Dia 3 – Serra e Aracruz

Casa de Pedra

A Casa de Pedra foi a nossa primeira parado no primeiro dia e me impressionou muito pela beleza e criatividade do local.

Tudo começou em 1990, quando o artista Neusso Ribeiro buscava materiais para construir a sua própria casa. Pedras encontradas na praia, troncos de madeiras e até para-brisa de carro (para desenhar lindos mosaicos no piso da casa) foram utilizados na construção da Casa de Pedra.

Hoje o local é uma mistura de museu com uma linda galeria de arte e parada obrigatória para quem vai conhecer a região de Serra, no Espírito Santo.

Manguinhos: Restaurante Maresias

Nossa segunda parada foi em Manguinhos. Conhecemos a pria e fomos caminhando até chegar no Restaurante Maresias. O local fica de frente para a praia, com um ambiente muito agradável e a comida deliciosa. O restaurante é uma excelente pedida para quem vai conhecer a região de Maresias.

Nova Almeida: Praia das Falésias e Igreja dos Reis Magos

A terceira etapa do nosso dia foi na região de Nova Almeida conde conhecemos a lindíssima Praia das Falésias e em seguida seguimos para a Igreja dos Reis Magos, uma construção jesuíta de mais de 400 anos, onde fizemos uma visita guiada. O local possui uma história riquíssima, além de um lindo visual da região.

De lá fizemos uma parada rápida no Quindim de Nova Almeida e na Domingos Sorveteria, dois lugares tradicionais da região. Nos contaram que muios capixabas saem de Vitória apenas para comer os quindins de Nova Almeida.

De lá partimos para o Coqueiral Praia Hotel, local onde passaríamos a noite. O hotel fica de frente para a praia e possui uma estrutura gigantesca. Aproveitamos um pouco da piscina no final da tarde e de noite curtimos muito o show da Flavia Mendonça, evento realizado dentro do hotel.

Dia 4 – Passeio de barco e Aldeia indígena

Acordamos cedo e partimos para um passeio de escuna no Rio Piraqueaçu. Paramos em uma plataforma no meio do Rio onde conseguimos mergulhar e curtir um pouco do lugar. Na volta a escuna nos deixou na aldeia indígena Piraqueaçu, onde fomos recebidos pelos índios da região. Uma experiência bem interessante.

E assim acabou a 3ª edição do Pocando no Espirito Santo. Voltei para casa pensando quando seria a minha próxima viagem por lá, especialmente para a região das montanhas. Quem sabe em 2018?


Confira mais artigos sobre a 3ª edição do Pocando no Espírito Santo:

Por aí Dicas de Viagens – Passeio de Escuna pelo Rio Piraqueaçu
Quase Nômade – Rota do Lagarto
Viagens & Menus – 7 lugares para conhecer no ES – parte 1
Viva, Viaje – Conhecer o ES vale a pena
Fantrip – Roteiro de 4 dias pelo ES
Foco no Mundo – 5 experiências inesquecíveis  no ES
Caminha Gente – Aldeia Indígena Pirâque-açú 
Guia & Turismo – Restaurante Maresias
Me Deixa ser Turista – Casa de Pedra
Dudu Afora – Belezas do Litoral do ES
Leve sem Destino – 9 motivos para você conhecer o ES
O Baú do Viajante – Vila das Artes
Dicas e Roteiros de Viagem – China Park – Onde ficar em Domingos Martins

Sobre o autor

Carioca da gema, flamenguista, psicólogo e apaixonado por fotografia. Para ele, qualquer lugar é perfeito com céu azul, sol e uma cerveja gelada. Após dois anos morando em Dublin, é hora de retomar a vida no Brasil e desbravar cada cantinho do nosso país.