Close

Quando eu comecei a pesquisar sobre Fernando de Noronha, me surpreendi com o tamanho da ilha. Eu sempre imaginei que ela fosse muito maior do que realmente é. A ilha é cortada pela BR – 363 que tem apenas 7km de extensão e liga Noronha de ponta a ponta, do Porto de Santo Antônio até a Praia do Sueste.

Por mais que os deslocamentos não sejam longos, não é possível conhecer todas as praias a pé. Aí vem a pergunta: Qual a melhor opção para se locomover pela ilha? Grande parte das pessoas que viajam para Noronha, diz que alugar um buggy é a melhor opção pela independência que você tem em conhecer as praias, outros acham que o táxi é melhor e os mais mão de vaca optam por conhecer a ilha de ônibus.

Nesse artigo vamos falar sobre cada uma dessas opções e eu vou explicar porque na minha opinião, o táxi é a melhor opção disparada de locomoção pela ilha, mas antes disso, vamos entender o que dá para fazer a pé pela ilha.

Como se locomover em Fernando de Noronha: Buggy, táxi ou ônibus?
Praia do Sancho

O que dá para fazer a pé

É sempre importante ficar atento na hora de fechar a sua hospedagem. Às vezes gastando um pouquinho mais, você fica melhor localizado e acaba economizando bastante em transporte. A melhor localização na minha opinião é a Vila dos Remédios. Falamos sobre esse assunto no artigo “Onde se hospedar em Noronha – 80 opções de pousadas“.

Da Vila dos Remédios é possível conhecer a pé as praias do Cachorro, Praia do Meio e a Praia da Conceição. Além de diversas opções de restaurantes, ponto de táxi e o centrinho histórico.

Como se locomover em Fernando de Noronha: Buggy, táxi ou ônibus?
Praia do Meio e Praia da Conceição

Quem se hospeda na Floresta Nova também tem as mesmas opções, porém a distância acaba ficando um pouco maior.

Também é possível caminhar da Floresta Velha e da Vila do Trinta até a Vila dos Remédios, porém a volta será um pouco mais cansativa por conta da subida.

Quem se hospeda no Sueste, só tem a Praia do Sueste como opção para não utilizar nenhum meio de transporte.

Como se locomover em Fernando de Noronha: Buggy, táxi ou ônibus?
Praia do Sueste

Alugar buggy X pegar táxi X andar de ônibus

Buggy

Sem dúvida a opção de alugar um buggy é a mais cômoda. Você vai pra onde quiser, a hora que quiser. Porém o preço do aluguel é muito alto: R$ 250 a R$ 350 dependendo da época. Sem contar a gasolina em Noronha que custa R$ 6,30 o litro.

Como se locomover em Fernando de Noronha: Buggy, táxi ou ônibus?

Táxi

O táxi é um bom meio termo. Preços bem mais em conta que o aluguel de um buggy e deslocamento rápido. Nós optamos pelo táxi durante toda a nossa viagem e é a opção que eu recomendo, porém você vai precisar de um mínimo planejamento para não tornar essa escolha uma furada.

Como nos hospedamos próximos ao ponto de táxi na Vila dos Remédios, pegar o táxi era fácil. Bastava uma caminhada de 30 metros. O problema era na hora de voltar de uma praia, por exemplo. Em Noronha, apenas a TIM e a Claro funcionam bem, portanto a minha primeira dica para você que vai se deslocar de táxi por Noronha é: compre um chip da TIM e carregue com ao menos R$ 15 de crédito.

A segunda dica é: tenha sempre o telefone da Nortax na sua agenda e toda vez que pegar táxi com alguém, peça um cartão. Digo isso porque quando fomos à Praia do Sueste, nós não conseguíamos entrar em contato com a central. Era um problema com eles. Por sorte tínhamos o telefone de alguns taxistas e conseguimos entrar em contato com um deles.

O único “problema” que tivemos, foi voltando da Trilha do Abreus, onde não tinha sinal nenhum de celular. Tivemos que caminhar por cerca de 10 minutos até a Praia do Sueste para chamar um táxi.

Nortaxi – (81) 3619-1314

Ônibus

Essa é a opção mais em conta para se deslocar por Noronha, porém, recomendo apenas utilizá-la para ir até a Praia do Porto e a Praia do Sueste. Isso porque o ônibus te deixa de frente para essas praias, sem precisar caminhar.

O valor da passagem de ônibus é de R$ 5 e o ônibus passa a cada 30 ~40 minutos.

Táxi é a melhor opção! Eu explico:

Nunca entendi muito bem quando as pessoas falavam que alugar um buggy era a melhor opção pela independência que você tem para conhecer a ilha. Ora! Uma coisa é você alugar um carro em uma cidade grande, onde você precisará fazer vários deslocamentos por dia. Só que você estará numa ilha e o máximo que você vai fazer (para conhecer com calma, pelo menos) são 3 praias por dia. Então vamos fazer uma continha rápida aqui:

Você está hospedado na Vila dos Remédios e de manhã você vai para a Praia do Sancho, depois vai para a Praia do Sueste, depois vai para o Boldró curtir uma praia e terminar seu dia vendo o pôr do sol no fortinho do Boldró. Você irá gastar:

V. Remédios > Sancho = R$ 31
Sancho > Sueste = R$ 27
Sueste > Boldró = 33
Fortinho do Boldró > V. Remédios = 25

Nessa brincadeira ai você irá gastar R$ 116. De carro você irá gastar R$ 300 do aluguel + R$ 10 de gasolina. Por mais que seja um valor altíssimo para gastar em táxi em um dia, se você for comparar com o aluguel de um carro, você sai economizando R$194.

Uma dica para deixar ainda mais barato seus deslocamentos de táxi, é observar se tem alguém ao redor querendo táxi também. Se o destino for o mesmo, todo mundo sai ganhando.

Tabela de preços dos táxis em Noronha

Abaixo a tabela mais atualizada dos valores dos táxis em Fernando de Noronha.

Taxi em Noronha - Tabela de preços atualizada
Tabela de preços dos táxis em Noronha – Clique para ampliar

Quer ler mais sobre Fernando de Noronha? Confira também:

Praia do Sancho e Mirante Dois Irmãos – O melhor passeio de Noronha

Onde se hospedar em Fernando de Noronha – 80 opções de pousadas

Baía dos Porcos e Morro Dois Irmãos – os cartões postais de Noronha

Fernando de Noronha – Tudo o que você precisa saber antes de viajar

Praia do Sueste – nadando com tubarões e tartarugas em Noronha

Vai para Fernando de Noronha? Confira todas as opções de hospedagem na ilha!
banner-booking

Sobre o autor

Carioca da gema, flamenguista, psicólogo e apaixonado por fotografia. Para ele, qualquer lugar é perfeito com céu azul, sol e uma cerveja gelada. Após dois anos morando em Dublin, é hora de retomar a vida no Brasil e desbravar cada cantinho do nosso país.