Close

Pense em Florianópolis. Com certeza virá à sua mente prais lindas e uma natureza exuberante. Mas tão importante o quanto apreciar a natureza e tudo a envolve, também está apoiar iniciativas de preservação da mesma. Por isso que ainda quando estávamos planejando nossa viagem à capital catarinense já tínhamos decidimo dedicar um tempo para visitar o Projeto Tamar em Florianópolis.

O que é o Projeto Tamar?

Para quem ainda não conhece esse Projeto super legal, vamos primeiro dar uma situada no que consiste o trabalho deles. No final dos anos 1970 as tartarugas marinhas já estavam na lista de animais ameaçados de extinção no Brasil e estudantes da Faculdade de Oceanografia da Universidade Federal de Rio Grande começaram expedições pioneiras em praias ainda pouco visitadas. Foi ali que começaram os primeiros estudos sobre os hábitos das tartarugas marinhas e onde os estudantes começaram a testemunhar a morte de tartarugas por pescadores.

De lá para cá percebeu-se que a matança das tartarugas acontecia por basicamente dois motivos: necessidade, mas também por desconhecimento. Mais do que dizer que era errado matar tartarugas, era preciso criar formas de transformar esses pescadores em agentes de proteção da espécie e também dar a eles uma nova fonte de renda.

Projeto Tamar em Florianópolis

Assim, o Projeto Tamar foi criado e 1981. Trata-se de uma ONG com o objetivo de preservar as espécies de tartarugas marinhas do Brasil e de educar as populações que antes viviam de sua exploração.

Projeto Tamar em Florianópolis

Apesar de hoje o Projeto Tamar estar presente em diversos pontos do litoral brasileiro, aprendemos durante a visita à unidade de Floripa que existem unidades apenas de trabalho de preservação e unidades como as de Florianópolis que existem para mostrar mais do Projeto e, claro, angariar fundos para os trabalhos de preservação.

O Projeto Tamar está presente nos estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Sergipe, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina, mas os Centros de Visitantes estão especificamente em Praia do Forte e Arembepe (BA), Fernando de Noronha (PE),  Oceanário de Aracaju (SE), Regência e Vitória (ES), Ubatuba (SP) e, claro, Florianópolis (SC).

projeto tamar em florianopolis centro de visitantes visita guiada

Essa divisão ocorre porque existem regiões onde as tartarugas apenas visitam, outras onde elas se reproduzem; também existem regiões onde o trabalho com a população local é mais intenso e regiões apenas para pesquisa (viu como saímos super bem informados da visita?).

Como é a visita ao Projeto Tamar

projeto tamar em florianópolis entrada do centro de visitantes museu

Chegamos no Centro de Visitantes logo depois do almoço. O centro possui uma programação diferente a cada dia que começa as 9h30 e vai até às 16h30. Entre as atividades mais legais está a “Hora do Banho”, essa é mais voltada para  crianças que podem tocar no casco das tartarugas e ajudar em “seu banho”. Infelizmente já tinha passado a hora dessa atividade, aguardamos um pouco pela “Alimentação Interativa” que aconteceria às 14h.

Em todas as atividades os monitores do Projeto chamam os visitantes que estão no local e dão uma verdadeira aula sobre as cinco espécies de tartarugas marinhas que existem no litoral brasileiro (no mundo todo, são sete). Tudo é explicado de forma bem didática e de fácil entendimento principalmente para as crianças, que escutavam tudo atentamente enquanto viam de perto as diferentes tartarugas se alimentando.

projeto tamar em florianopolis tartarugas marinhas

projeto tamar em florianopolis
Não são todas as tartarugas resgatadas que são levadas a centros como esse. Apenas espécies que, por algum motivo não se adptariam novamente ao mar são criadas nos centros de visitantes.

O monitor vai guiando os visitantes pelos diferentes tanques dentro do Centro, cada um com diferentes espécies de tartarugas. Ao mesmo tempo, são mostradas exemplos de lixo que são jogados no mar e acabam sendo engolidas e até matando as tartarugas marinhas. Mostrar como objetos e embalagens “quase inocentes” se tornam tão prejudiciais para os animais é fundamental para que todos os visitantes levem aquele choque de realidade e repensem sua relação com a natureza e o lixo que muitas vezes deixam nela.

Além da visita guiada, existem alguns espaços interativos para as crianças e o museu com cascos de tartarugas, ossadas e maquetes. O tempo de visita em todo o Centro de Visitantes é livre e mesmo após ter acabado a Visita Guiada ou qualquer outra atividade os visitantes podem ficar passeando pelo espaço.

projeto tamar museu tartarugas marinhas florianopolis
Bruno X tamanho das tartarugas marinhas.
projeto tamar em florianopolis
Detalhes do Museu da Tartaruga Marinha

Loja do Projeto Tamar

O Projeto Tamar é uma ONG e uma das formas de arrecadação de dinheiro são os produtos da lojinha. Eu sempre que posso compro produtos de projetos assim, afinal, já vamos comprar certas coisas de um jeito ou de outro… Exemplo: fomos a Floripa um pouco antes do Natal. Já que vamos presentear algum familiar de qualquer jeito, porque não presentear com um produto que está ajudando a financiar um projeto legal?

Na etiqueta das camisetas que comprei a etiqueta informava: os produtos vendidos são feitos pela comunidade de Regência, no Espírito Santo. Mais uma comunidade onde o Tamar criou um confecção para gerar trabalho e melhorar a renda das famílias de pescadores que antes viviam da pesca predatória a tartarugas. Muito melhor do que comprar algo numa loja de marca e na etiqueta vir: Made in Camboja.

projeto tamar lojinha

Motivos para visitar o Projeto Tamar

Se poder ver de perto espécies tão diferentes e que seriam impossíveis de ser encontrar ao acaso; se poder entender melhor o papel das tartarugas marinhas em nosso ecossistema e como nós humanos somos os principais responsáveis pela sua ameaça de extinção; e se poder ajudar um projeto tão legal não forem motivos suficientes… Bom, então vá pela selfie com a tartaruga. Mas vá! E sua opinião vai mudar completamente.

projeto tamar visita guiada

É… acho que a tartaruga é mais fotogênica do que a gente. Quem nos acompanhou pelo snapchat e Instagram @deixadefrescura viu como conseguimos essas fotos exclusivas.

Informações gerais

O Projeto Tamar em Floripa fica em Barra da Lagoa, na Rua Professor Ademir Francisco. Há um estacionamento bem e frente ao Centro de Visitantes, que cobra o salgado preço de R$20 não importando o quanto tempo o carro ficar.

O Projeto abre as portas ao público todos os dias das 9h30 às 17h30, sendo que a última atividade geralmente acontece às 16h30. A programação muda todos os dias mas geralmente elas têm sempre 1h30 de diferença entre uma e outra.

Ingressos

Inteira – R$ 15,00
Meia entrada – R$ 7,50 (Estudantes, crianças até 12 anos e pessoas acima de 60 anos)
Cortesia – Crianças até 1,20 m

Mais informações: www.tamar.org.br


Agradecemos o apoio dos  Hotéis Costa Norte – Ponta das Canas. Veja aqui nosso review do hotel e seus serviços:

Onde ficar em Florianópolis – Hotéis Costa Norte Ponta das Canas 


Quer ler mais sobre Floripa? Veja também:

Costa da Lagoa – Cachoeira e culinária premiada em Florianópolis

Melhores bares e restaurantes em Floripa!

Onde ficar em Florianópolis – Hotéis Costa Norte Ponta das Canas 

Vai viajar para Florianópolis? Veja as melhores opções de hotéis:

banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.

  • Bruna Luisa

    Projeto Tamar é sempre uma delícia!

  • Christian Gutierrez

    Nossa nao sabia que existía o projeto Tamar em Floripa, fui em outros, numa próxima viagem para Floripa nao deixerei de ir.

  • Pollyane Martins

    Parabéns pelo post, super informativo e com uma reflexão sobre a conservação desses animais. Ainda não tive oportunidade de visitar o Projeto Tamar de Floripa, mas os outros que fui não deixaram a desejar. Seu post só me deixou com mais vontade de ir agora! hehe. Beijo grande.

  • Leo Sv

    Conheci o da Praia do Forte e adorei, pena que não pude presenciar a soltura das tartarugas.

  • Acho simplesmente fantástico esse Projeto Tamar e em todos os lugares que visitamos que tem, fazemos questão de conhecer.
    Ficou excelente esse seu post.
    Abraços.

  • Mariana Higa

    Acho que o Tamar é um dos projetos mais incríveis que temos. Obrigada e parabéns por compartilhar. Esse tipo de informação e conscientização entre viajantes é super importante! 🙂

  • que projeto admirável, não sabia que eles também tinham o projeto em Florianopólis, assim é viável pra quem quer visitá-lo tanto no sul quanto no nordeste do Brasil!

  • Pedro Henriques

    Gostei muito desse local em Florianópolis, ver as tartarugas assim tão perto deve ser espetacular, parabéns pelo artigo, Abrç desde Portugal.

  • Flávio Borges

    Preciso conhecer o Projeto Tamar! Acho as tartarugas marinhas criaturas fantásticas e nunca tive a oportunidade de ver uma de pertinho! Parabéns pelo post, Jéssica. Muito informativo e completo! Parabéns.