Close

Lembra do Popeye? Aquele que namorava a Olívia Palito e quando comia espinafre ganhava força extra? Todo mundo conhece o desenho, mas poucos se lembram do filme que foi feito no início dos anos 1980 com Robin Williams no papel principal. E para o cenário foi construída em uma das praias de Malta uma verdadeira Vila do Popeye, que hoje virou uma grande atração turística.

Popeye – o filme

vila do popeye village malta ferias verao europa

Popeye – o filme foi lançado em 1980. Trata-se de uma comédia musical inspirada no desenho. Para recriar a vila de pescadores, os produtores escolheram uma praia pouco conhecida de Malta, mas com as lindas águas do Meditarrâneo. Em 1979 foram construídas as 19 casas que compõem a vila, além do cais. A grande maioria das casas é puramente cenográfica e são totalmente vazias por dentro. Mas alguns cenários importantes como a casa do Popeye em si é real tanto por fora quanto por dentro.

Confesso que não sabia do filme até começar a planejar a viagem por Malta. E se o filme original não fez grande sucesso, posso dizer o contrário das atrações da atual Vila do Popeye.

Como é a Vila do Popeye hoje

vila do popeye village malta verao europa

Após o término das gravações o estúdio deixou os cenários tal como os construiu (não houve grande preocupação com a preservação da área). Com o objetivo de pegar carona no filme e aproveitar a estrutura deixada na praia, foi criado o Popeye Vilage Fun Park.

O lugar se tornou um dos principais pontos turísticos de Malta já que reúne uma linda praia (a Anchor Bay) com boa estrutura para passar o dia inteiro (especialmente com crianças).

Ao todo são 19 casas construídas em madeira tal qual aparecem no desenho (incluindo as cores fortes e aquela aparência torta e telhados bem pontudos). Curiosidade: toda a madeira teve que ser importada especialmente para essas construções, pois não há florestas em Malta.

vila do popeye village malta casas de madeira

Algumas casas mais “famosas” também foram usadas como cenário por dentro, como a casa do próprio Popeye. É possível entrar e ver as mobílias e objetos que fizeram parte do filme original. Já outras casas só “existem” por fora mesmo.

Na adaptação para parque foi criada uma área dedicada às crianças pequenas com um espaço para teatro de fantoches; também existe dentro da Vila um mini-golfe e até uma espécie de mirante, do alto do qual podemos ver a Vila do Popeye por inteiro.

vila do popeye village malta o que fazer parque

Entre as atividades inclusas no ingresso está um passeio de barco ao redor da Anchor Bay, porém os ventos estavam fortes nesse dia e o clima não tão quente então o passeio foi cancelado e no lugar nos ofereceram uma foto grátis. Essa foto geralmente é vendida e as pessoas aproveitam para tirar com os personagens. Infelizmente não tinha nenhum perto no momento em que tiramos a nossa.

Assim como no desenho, a Vila do Popeye em Malta foi construída ao redor de uma baía. Na praia não há faixa de areia e sim uma grande estrutura com várias cadeiras e sofás para que os visitantes possam tomar sol (tudo incluso no preço da entrada).

vila do popeye village fun park parque malta

Na água, brinquedos infláveis fazem a alegria de crianças de todas as idades (inclusive as que que têm a minha!). Apesar do dia em que visitamos a Popeye Village não ter sido o mais quente e ensolarado de todos, nos divertimos bastante nos circuitos infláveis que ficavam espalhados pela água.

E quando você acha que entrar na Vila do Popeye já é legal o suficiente, eis que surge o próprio marinheiro como Dj e Olívia e Brutus como animadores de festa.

Verdade seja dita, nós rimos muito do Popeye “fit”bem magrinho que surgiu. Brutus, o vilão que parecia ser gigantesco também era magro e baixo e tinha uma barba postiça que parecia ter sido comprada no camelô da esquina. A Olívia era ruiva, mas ainda assim era a que fisicamente era mais parecida com o personagem.

vila do popeye village malta atividades parque

Descrevendo assim tudo parece bem “desleixado”, mas era impossível não se animar com o Popeye tocando e dançando hits como “Ai se eu te pego!” ao mesmo tempo que fazia poses para as câmeras e celulares apontados para ele.

Logo em frente a baía fica o restaurante e bar da Vila que serviam algumas opções de massas e hambúrgueres. Em finais de semana durante o verão o restaurante fica muito cheio e o serviço tende a demorar. Mas quem percebe com os personagens se esforçando ao máximo para animar os visitantes?

Fazendo parte da história do Popeye

Definitivamente a parte mais legal da nossa visita à Vila do Popeye foi participar da atividade “Take 2 (Become a movie star”. Estávamos passeando pela Vila literalmente procurando o que fazer quando uma funcionário nos convidou para a atividade. Não entendemos de primeiro do que se tratava e estávamos esperando por algum tipo de teatro…

Quando um número X de participantes foi atingido (por volta de umas 20 pessoas), o diretor começou a dar pistas do que estava por vir. Tratava-se sim de uma apresentação, mas seríamos nós os atores.

vila do popeye village malta visita passeio pontos turisticos

O diretor dividiu os turistas em dois grupos: homens e mulheres. Os homens fariam o papel dos piratas que viriam atacar a Vila; já as mulheres foram divididas em diversas funções de moradoras da Vila como garçonetes, dançarinas e lavadeiras.

O roteiro era bem simples: piratas atacam a vila / mulheres gritam e descabelam e chamam o Popeye / Popeye bate nos piratas e salva o dia. Parece fácil e bobo? Acreditem, foi muuuuito divertido. O diretor em questão levava muito a sério seu trabalho tendo dado broncas em qualquer um que atrapalhasse sua tomada. O filme foi gravado em cenas completas (sem edição posterior), tinha que sair em uma tomada só. E entres os truques de “efeitos especiais”, cenas de lutas e caras e bocas que tínhamos que fazer para dar vida às personagens, foram muitas e boas risadas.

Ao final de tudo, todos que participaram da brincadeira podem comprar (por € 7) um DVD a obra-prima recém filmada. Já mostramos cenas desse DVD algumas vezes em nosso Snapchat *deixadefrescura*, portanto se você ainda não nos segue, aproveite agora! Vai que a gente resolve mostrar novamente parte desse curta, por lá?

Informações práticas

vila do popeye village malta viagem ferias verao europa

Quanto custa o ingresso?

Antes de visitarmos Malta lemos que a entrada para a Popeye Vilage era gratuita. Atenção: não é mais! Agora cada visitante paga €14 e tem acesso a todas as atividades e espaços. Antes a entrada era gratuita, mas alguns serviços eram pagos.

Como chegar na Vila do Popeye?

Nós optamos por alugar um carro por alguns dias para melhor explorar Malta, pois alguns lugares tem o acesso bem chatinho de ônibus ( Leia: Malta sem carro: Vale a pena? ). No entanto, no caso da Vila do Popeye existem muitas linhas de ônibus que param bem em frente à entrada. Atenção ao endereço oficial que é Ghadira (Mellieha Bay).

Saindo de Valletta: 41 ou 42

Sliema: 222

Bugibba: 221

Aí pegue o 101 que sai de Mellieha Centre / Mellieha Bay direto para a  Popeye Village. Muita gente faz esse caminho então não se preocupe que você não irá se perder.

Nossa opinião sobre a Vila do Popeye

vila do popeye village malta

Nossa opinião final é que se você tem poucos dias em Malta e tiver que escolher entre ir para a Comino conhecer a Blue Lagoon ou visitar a Vila, por exemplo, não vale a pena. Mas, uma vez que você já tiver conhecido a Blue Lagoon, Blue Window e a St. Peter’s Pool, vale muito a pena tirar um dia para em vez de ficar pulando de uma praia para outra, só relaxar e voltar ser criança.


Vai vistar Malta? Clique aqui e garanta seu desconto de 15% no desconto no seguro viagem com a Mondial Assintance.

Quer saber mais sobre Malta? Confira também:

Onde se hospedar em Malta – Dicas de cidades e hotéis

Malta – Um Destino barato e de praias paradisíacas na Europa

As melhores praias de Malta

Blue Lagoon em Comino: A melhor atração de Malta

 Confira as melhores opções de hotéis em Malta!
banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.