займ онлайнкредиты онлайн
Close

Quando o assunto é viagem ao exterior, o Chile é um dos destinos preferidos do turista brasileiro. Além dos preços relativamente baixos e a facilidade de entendermos um pouco do espanhol, o país possui diversos tipos de atrações, do deserto mais seco do mundo até grandes estações de esqui.

Chile tudo o que voce precisa saber antes de viajar bandeira

Como se já não estivesse bom o suficiente, para os amantes de aventura (como nós), em 2016 o Chile foi escolhido (pela 2ª vez consecutiva) como o principal destino para o turismo de aventura na América Latina pelo World Travel Awards.

Esse artigo tem como objetivo ser um guia completo com informações sobre o Chile, para você que ainda não conhece o país. Ele será atualizado constantemente com novas informações, portanto sua participação também é importante, deixe sua contribuição nos comentários para que o artigo fique ainda mais completo.

Chile tudo o que voce precisa saber antes de viajar santiago costanera
Vista do alto do Sky Costanera

Preciso de visto?

Não é necessário visto para visitar o Chile (para permanecer no país até 90 dias). Basta apresentar o passaporte ou carteira de identidade oficial (que tenha sido emitida no máximo até 10 anos) com bom estado de conservação.

Nós achamos a imigração chilena bem tranquila. Ainda no avião você receberá um formulário que deverá ser preenchido com seus dados pessoais. Você deverá entregar esse documento na imigração, junto com seu passaporte. O funcionário da imigração irá te entregar um documento, que deverá ser guardado para ser devolvido na imigração no momento da partida. Caso você perca esse documento, terá que comparecer ao balcão da PDI no aeroporto, para emitir uma segunda via.

Língua

Uma das maiores inseguranças para quem quer conhecer outro país é a questão da língua. Em alguns lugares, não falar o idioma local pode ser um problema, mas fique tranquilo que esse não é o caso do Chile.

A língua oficial do Chile é o Espanhol e nós, brasileiros, temos uma certa facilidade em entender um pouco, já que muitas palavras são bem parecidas com o nosso português. A dica é arriscar (sem ter vergonha) um portunhol para tentar se comunicar. Pela minha experiência em viagens pelo mundo, as pessoas são muito mais receptivas quando elas veem que você está ao menos se esforçando em falar a língua deles. Caso tenha dificuldade em entender, peça para eles falarem um pouco mais devagar.

Caso você seja extremamente tímido e tenha muita vergonha em arriscar um portunhol, vai uma boa noticia para você: Os chilenos adoram os brasileiros! Eles também tem uma certa rivalidade com os argentinos (principalmente depois da final da Copa América 2016). Para você ter uma ideia, durante a nossa viagem eu cheguei a ouvir a seguinte piada: “Bruno, você sabe que existe um grande problema entre o Brasil e o Chile né? A Argentina!”.

De qualquer forma, é sempre bom dar uma mini estudada em algumas palavras chave, para não ficar com cara de paspalho na hora de pedir / receber uma informação.

Moeda

Nem sempre é fácil fazer a conversão de cabeça da moeda local para o real. Muitas vezes eu acabo convertendo primeiro para dólares e depois para o real e isso gera uma grande confusão. Depois de algumas cervejas então, fica praticamente impossível fazer essa conta de cabeça, mas vou passar para vocês o macete que eu usava para converter rapidamente os pesos chilenos em reais.

Chile tudo o que voce precisa saber antes de viajar moeda pesos chilenos
Pesos chilenos – Foto: Shutterstock

A moeda oficial do Chile é o Peso Chileno (CLP). Na época da nossa viagem (2016) 1 real equivalia a 200 pesos, mas esqueça essa conta. A conta que você deve fazer é: 5 reais = 1.000 pesos. Portanto multiplique sempre por 5 (a tabuada do 5 é fácil, vai?) e corte 3 zeros. Portanto para um produto no valor de 10.000 pesos voce vai fazer: 10.000 x 5 = 50 reais. Fácil né?

É claro que essa conta vai depender da cotação da época da sua viagem. Caso a cotação esteja bem diferente dessa que eu citei acima, ou se a sua tabuada do 5 não estiver muito fresca na sua memória, baixe algum aplicativo para smartphone, existem vários nesse estilo.

Levo o dinheiro em dólar ou em Real?

Em todas as viagens que eu faço, eu procuro sempre levar em dólar. Você nunca terá nenhum problema para trocar o dólar, em qualquer parte do mundo, mas para o Chile é bem tranquilo levar em real.

A dica é evitar trocar o dinheiro nas casas de câmbio do aeroporto, que sempre tem uma cotação bem desfavorável. Troque apenas o necessário para passar um dia e deixe o resto para trocar nas casas de câmbio no centro de Santiago.

O que levar na mala?

Eu confesso que tenho muita dificuldade em arrumar mala, principalmente se for para um destino de muito frio! Como eu não sou a pessoa mais indicada para falar disso, vou “terceirizar” essa parte e mostrar para vocês um vídeo dos amigos do Like Chile, explicando direitinho tudo o que você precisa colocar na mala para conhecer Santiago no inverno. Aproveite e se inscreva no canal deles para pegar mais dicas para a sua viagem!

Segurança

Falando de uma maneira geral, o Chile é um país bem seguro, principalmente se formos comparar com as grandes cidades do Brasil. Mas isso não quer dizer que você pode sair desfilando pelas ruas do centro de Santiago com a mochila aberta.

Não ande completamente desligado, principalmente pelo centro da cidade (e essa dica serve para qualquer cidade do mundo). Fique sempre atento com os seus pertences pessoais, especialmente em ruas de maior movimento. Já li alguns relatos de pequenos furtos pelo centro de Santiago.

Quais lugares visitar no Chile?

O Chile possui 5 regiões turísticas principais:

  1. Norte – Deserto do Atacama
  2. Centro – Santiago e arredores
  3. Sul – Lagos Andinos e Vulcões
  4. Patagônia
  5. Ilha de Pascoa.

O que faz o Chile ser um país extraordinário em relação ao turismo, é que cada região possui a sua característica própria, em relação ao clima, gastronomia, cultura, paisagens, etc. E com isso, diversas opções de passeios em casa uma dessas regiões.

Nossa viagem foi no inverno e bem focada na Região dos Lagos Andinos do Chile. Adoramos conhecer os centros de esqui e ficamos impressionados com a vista dos vulcões da região. A cultura local é riquíssima em história e a gastronomia é uma delicia.

Chile tudo o que voce precisa saber antes de viajar lagos andinos
Ao fundo o Vulcão Osorno

Quando ir?

Como o Chile abrange uma região bem comprida, as temperaturas vão varias muito do norte ao sul, portanto a melhor época vai depender de qual região você irá conhecer.

Norte – Deserto do Atacama

O deserto mais seco do mundo pode ser visitado o ano todo, porém cada estação tem suas próprias características. Colocando na balança, os melhores meses para ir ao Deserto do Atacama são entre abril e junho e setembro a novembro.

Chile tudo o que voce precisa saber antes de viajar atacama
Deserto do Atacama – Foto: Shutterstock

Centro – Santiago e arredores

Dezembro a fevereiro é o verão e é a altíssima temporada em Santiago. As temperaturas sobem bastante, a cidade fica cheia de turistas e os preços lá em cima.

De março a maio (outono), a temperatura é bem agradável, sendo uma excelente época para conhecer Santiago. Em junho o frio começa a chegar, mas ainda é possível encontrar bons preços de hospedagem pela capital.

Devido ao inverno, nos meses de julho, agosto e setembro são considerados baixa temporada, porém essa época é alta temporada nas estações de esqui. No inverno existe grande probabilidade de chuva, mas com o frio a precipitação pode vir em forma de neve, portanto se você quiser ver neve, essa é a época certa para viajar.

Nos meses de Outubro e novembro (primavera), a situação é semelhante a março e maio. Temperaturas agradáveis e preços justos.

Sul – Lagos Andinos

O inverno é ideal para quem quer muito frio e neve caindo para esquiar.

Estação de esqui Vulcão Osorno
Estação de esqui Vulcão Osorno junto com o Erick do Programa Viaje Comigo

O verão vai de dezembro a fevereiro e é considerada a alta temporada na região. É uma excelente época para conhecer os Lagos Andinos, porém os preços estarão um mais altos.

Outra excelente época para conhecer a região, gastando menos é no outono e na primavera, quando normalmente chove pouco e o céu está sempre limpo.

Quanto levar

Recebemos com certa frequência essa pergunta aqui no blog e a resposta é sempre a mesma. Depende de cada viajante. O ideal é você já ir com os hotéis reservados e já ter pesquisado o preço de alguns passeios que você quer fazer. Com isso você já vai ter uma boa ideia de quanto vai custar a sua viagem.

Para gastos do dia a dia, como transporte, alimentação e passeios mais básicos, acredito que com 20.000 pesos / dia você consegue fazer uma viagem “sem frescura”. Mas é claro, tudo vai variar com o tipo de restaurante que você vai querer almoçar / jantar, se você vai pegar taxi ou só andar de transporte publico, etc.

Tomadas e Voltagem elétrica

A tomada no Chile é essa ai de 3 pinos, porém a tomada brasileira de 2 pinos encaixa perfeitamente.

A voltagem é de 220v. Verifique se seus aparelhos são bivolts antes de pluga-los na tomada.

tomada


Logo_SernaturNossa viagem para a Região dos Lagos Andinos, no Chile foi realizada a convite da SERNATUR. Também agradecemos a Deuter Brasil pelo apoio nos equipamentos utilizados durante a viagem.


Vai para o Chile? Clique aqui e garanta seu desconto de 15% no desconto no seguro viagem com a Mondial Assintance.

Confira as melhores opções de hotéis pelo Chile!
banner-booking

Sobre o autor

Carioca da gema, flamenguista, psicólogo e apaixonado por fotografia. Para ele, qualquer lugar é perfeito com céu azul, sol e uma cerveja gelada. Após dois anos morando em Dublin, é hora de retomar a vida no Brasil e desbravar cada cantinho do nosso país.