Close

Não é novidade que a Basílica de São Pedro foi construída em cima de outro templo que por sua vez havia sido construído por cima do antigo Circo de Nero. Agora vocês sabiam que existe uma cidade inteira embaixo do Vaticano? E que é possível fazer esse tour subterrâneo?

Nós também não sabíamos da existência desse passeio pelas catacumbas do Vaticano até uma noite com amigos, onde entre cervejas e batata frita um deles nos falou que ouviu falar desse “tour secreto”.  Já com a nossa viagem marcada para Roma, partimos para pesquisar sobre esse tour e agora vamos te poupar esse trabalho e já deixar todos os passos bem explicados para vocês.

O que é a Necrópole do Vaticano

Já contamos um pouco da história da Basílica de São Pedro no post anterior. Em resumo, a construção que vemos hoje é uma terceira versão do templo em homenagem à São Pedro. Ele foi construído em cima da antiga Basílica construída a mando do Imperador romano Constantino, que por sua vez  fora construído em cima do Circo de Nero e de uma verdadeira cidade.

necropole do vaticano tour secreto planta baixa basilica de sao pedro circo de nero

Por que esse lugar? Porque acredita-se que o apóstolo Pedro tenha sido enterrado lá e foi buscando comprovar essa hipótese que entre 1939 e 1950 ocorreram escavações para procurar o túmulo do santo.

Os arqueólogos encontraram muito mais do que uma tumba, mas casas, paredes e vários outros túmulos que contam um pouco da história da Roma antiga; além do primeiro “templo” em homenagem à São Pedro. Essa “cidade subterrânea” se tornou um grande segredo durante muito tempo principalmente para mantê-la preservada, mas o Vaticano acabou optando por abrir um tour guiado exclusivo para pequenos grupos. Assim, para conseguir um lugar é preciso se planejar bastante e seguir alguns passos:

Como reservar seu lugar no tour secreto

O tour pela Necrópole é organizado pelo Ufficio Scavi, o Escritório de Escavações do Vaticano. Eles são responsáveis por tudo: pelo horário, pelos guias, pela quantidade de pessoas em cada passeio. São eles que definem quem vai e quando vai no passeio.

Assim, a primeira dica para quem quiser se inscrever para conhecer a Necrópole é: esteja disponível. Quanto mais opções de dias e horários você oferecer ao Escritório, mais chances você terá de conseguir uma vaga.

O tour é guiado e é organizado por idioma. Isso quer dizer que o guia provavelmente será nativo da sua língua e que todas as informações só serão dadas também nesse idioma. O que nos leva à segunda dica, quanto mais línguas você escolher para o passeio, mais chances também de conseguir um lugar. Mas só faça isso se você realmente dominar outros idiomas.

As reservas são feitas por e-mail, onde é preciso escrever o número de pessoas que pretendem fazer o tour, o nome completo de cada um, sua nacionalidade, disponibilidade e idiomas falados. O ideal é enviar esse e-mail em inglês ou italiano (só se você souber, nada de Google Translator).

Envie essas informações por e-mail para esses endereços: [email protected][email protected] e aguarde pela resposta.

vaticano basilica de sao pedro tour secreto necropole

A boa notícia é que eles respondem bem rápido. Mandamos o e-mail e já no dia seguinte recebemos a confirmação de reserva e o link para o pagamento do ingresso. Sim, o pedido de reserva só está completo após o pagamento do ingresso que custa € 13 cada. Logo após o pagamento recebemos o e-mail com todas as informações e orientações sobre o passeio como horário, idioma e como chegar no ponto de partida.

Regras de visitação

Lugar considerado santo, sítio arqueológico… É claro que vão existir muitas regras para sua visitação.

  • Menores de 15 anos não podem fazer o passeio;
  • Os grupos são formados por no máximo 12 pessoas separados por idiomas;
  • Homens devem usar calça comprida e mulheres roupas com ombros e joelhos cobertos;
  • Não é permitido fotografar nenhuma parte do passeio e nem levar bolsas grandes como mochilas, por exemplo.

Agora vamos a como é o tour secreto

Chegamos com antecedência de acordo com as orientações do e-mail do Ufficio Scavi, passamos por um portaria vigiada e com detector de metais.

A guia que no nosso caso era uma brasileira nos encontrou e conduziu todo o grupo para a primeira parte do passeio. A primeira orientação é o silêncio já que se trata de um lugar santo. Isso não quer dizer que você tenha que ficar absolutamente calado durante todo o tempo, mas que nada de gritar para chamar a atenção uns dos outros.

Aos poucos vamos descendo pelos níveis da Basílica de São Pedro. À medida que descemos os espaços se tornam mais apertados e úmidos. Mais alguns lances e estamos no que era uma antiga rua da Roma antiga. É possível ver portas e até janelas.

necropole do vaticano tour secreto tumba sao pedro

Muitos desses espaços foram usados como tumbas e para fins de nivelamento do solo, tiveram seu telhado cerrados. Imaginar que as pessoas andavam por ali e que tudo estava a céu aberto é a parte mais louca desse passeio.

O túmulo de São Pedro

O túmulo de São Pedro não é o único que se vê no passeio. Antes de chegar à “estrela” do passeio, conhecemos um pouco dos costumes da época em relação ao enterro dos mortos. É interessante ver como em algumas tumbas símbolos do catolicismo (religião perseguida nessa época) se misturam com a mitologia egípcia.

necropole do vaticano tour secreto catacumba sao pedro
Não é permitido tirar fotos durante o passeio. Essas imagens foram retiradas de reportagens feitas quando o Papa Francisco visitou a Necrópole do Vaticano.

Ao chegar ao suposto túmulo de São Pedro é possível ver parte do primeiro “monumento” construído em sua homenagem. Como ele está bem embaixo da Basílica, trata-se de um área com grande segurança e proteção nas paredes e colunas de sustentação e os visitantes só podem ver uma pequena parte de suas pequenas colunas.

Isso porque o Imperador Constantino envolveu esse pequeno altar em uma caixa que era o altar original da primeira Basílica. Conseguiram acompanhar? Caso, não se preocupem que a explicação da guia é perfeita e com várias curiosidades históricas.

O passeio também passa por uma capela secreta dentro da Basílica, pelos túmulos de vários Papas e por trás da caixa onde estariam os restos mortais de Pedro, a mesma que é possível ver parte de cima da Basílica de hoje.

praca de sao pedro basilica vaticano altar igreja catolica tumulo apostolo peregrinacao roma

O tour dura uma hora e meia e a guia se despede do grupo já no nível da Basília de São Pedro atual. Isso quer dizer que já saímos dentro da Basílica e pulamos a fila gigantesca que se forma para a entrada.

Vale a pena o tour pela necrópole do Vaticano?

O tour vale muito a pena para quem é religioso, principalmente católico. Não é um passeio indicado também para pessoas muito agitadas e que tenham algum tipo de problema com lugares fechados. Todo o tour é feito de forma bem “respeitosa” e com calma. Por isso mesmo não é e nem deve ser considerado um ponto turístico, mas sim um lugar de peregrinação ou de interesse histórico.

Para você saber se esse passeio é a sua vibe ou não, veja o tour virtual que já dá uma ideia de como é no subterrâneo do Vaticano.


Vai vistar a Itália? Clique aqui é garanta seu desconto de 15% no desconto no seguro viagem com a Mondial Assintance.

Quer saber mais sobre a Itália e o Vaticano? Confira também:

Praça de São Pedro e Basílica no Vaticano

Vaticano – como e quando visitar o Papa

Itália! Dicas para começar a planejar sua viagem de férias 

Vai viajar para Itália? Confira as melhores opções de hotéis!
banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.