Close

“Do Leme ao Pontaaaalll / Não há nada iguaaaal”. Tim Maia estava certo. O litoral do Rio de Janeiro é um dos motivos que fazem a cidade maravilhosa ter esse título aqui e no mundo. Mas a Pedra do Pontal, embora seja famosa na música é pouco conhecida de muitos visitantes da cidade e até dos próprios cariocas. Nós mesmos, nunca havíamos feito a trilha que leva a um dos mirantes mais bonitos da cidade. Que bom que corrigimos esse erro a tempo e aproveitamos para reativar o Rotas Cariocas em grande estilo!

Onde fica a Pedra do Pontal?

Antes de falar da trilha da Pedra do Pontal vamos ajudar quem vem de fora e não conhece nada do Rio. A Pedra do Pontal fica no Recreio dos Bandeirantes, Zona Oeste da cidade. As praias do Recreio são oceânicas e, portanto, são conhecidas por serem limpas e como verdadeiros points para surfistas.

trilha pedra do pontal praia do recreio rio de janeiro

Elas são um verdadeiro santuário para o carioca. Isso porque o Recreio e Barra são regiões relativamente novas na cidade. Elas se desenvolveram mais nos últimos 50 anos e grandes trechos ainda permanecem sem construções. Isso significa que além de elas serem maiores em extensão de areia, elas são menos procuradas do que as famosas Copacabana e Ipanema. Por serem oceânicas e, consequentemente, serem mais “fortes”, também acabam sendo mais frequentadas ou por quem mora perto.

Como chegar?

trilha pedra do pontal praia do recreio rio de janeiro

Dito isso já é de se deduzir que chegar lá pode levar um pouco de tempo (ainda mais dependendo do ponto de partida do Rio). Tim Maia não escolheu esse ponto apenas para rimar com “nada igual”, o Pontal fica quase no extremo da cidade, quase na sua divisa.

Saindo do Centro do Rio são pelo menos uma hora de estrada para chegar até o Recreio. Ir de carro é a melhor opção já que a região ainda não conta com metrô.  Saindo do Centro até o Pontal de carro leva-se um hora; já de transporte público (entre baldeações de ônibus) são quase duas horas e meia de “viagem”.

Como é a trilha para a Pedra do Pontal?

trilha pedra do pontal praia do recreio rio de janeiro

A Pedra do Pontal divide as praias do Recreio e da Macumba e é exatamente no encontro das duas que começa a trilha. Para conseguir dar os primeiros passos pedra acima é preciso passar pela faixa de areia onde as águas se encontram quando a maré está alta. Assim, é sempre bom ir fazer essa trilha pela manhã para pegar esse trecho ainda seco.

A trilha do Pontal lembra bastante a trilha do Costão de Itacoatiara, em Niterói – e não é só porque as duas são próximas a praia. Ambas alternam trechos em meio a mato e terra batida com caminhada diretamente em pedra, expostos ao sol. No geral, é uma trilha de nível fácil.

trilha pedra do pontal praia do recreio rio de janeiro
Trecho da trilha na Pedra do Pontal

O que levar para a trilha?

Não importa se a trilha é fácil ou difícil, o ideal é sempre fazê-la de tênis. No entanto, como fica na praia, é comum que as pessoas subam o Pontal apenas de chinelos. Nós fizemos isso e não tivemos grandes problemas. Embora eu preferisse ir com os pés descalços em alguns trechos para ter mais equilíbrio, nunca faça essa trilha assim o tempo todo ou sem ter a opção dos chinelos ou tênis na mochila. Isso porque dependendo do dia o sol pode estar muito forte e a pedra muitíssimo quente.

trilha pedra do pontal praia do recreio rio de janeiro
Exemplo do tipo de lixo que encontramos Pedra acima. Quanto mais próximo à base da trilha, mais latinhas de cerveja e pacotes de biscoito encontrávamos.

Leve água e sempre ande com um saco plástico para trazer de volta qualquer lixo que você produza. Se você for um dos nossos, aproveite para recolher o lixo que você encontrar durante a trilha também 😉

A subida à Pedra do Pontal

A primeira parte é só de subida em pedra e cada um faz o trajeto que parece mais fácil para si. Poucos minutos depois começa uma trilha em terra e pequenas pedras.

Analise sempre muito bem o caminho antes de dar cada passo. Isso vai te poupar gastar energia dando uma “pernada” gigante em um pedra, quando pode dar uma pequena volta.

trilha pedra do pontal praia do recreio rio de janeiro

O trecho mais difícil é logo após uma pequena escalada entre pedras, onde logo depois encontramos um cabo de plastico e cordas. Ali é subir puxando pela corda. Dica: de um impulso inicial e suba de uma única vez sem olha para baixo. Muita gente trava nessa parte, mas pode confiar, é tranquilo!

Ao todo, levamos um pouco mais de meia hora para fazer a trilha (entre muitas paradas para fotos e para transmissões pelo snapchat – segue a gente lá também no @deixadefrescura).

Visual da Pedra do Pontal

trilha pedra do pontal praia do recreio rio de janeiro

O visual de cima da Pedra do Pontal é incrível. O dia estava lindo, o sol brilhava e a água do mar estava incrivelmente cristalina.

Ficamos um bom tempo sentados na pedra mais alta apenas admirando o Rio de Janeiro. É incrível como sempre temos um novo cantinho mais lindo que outro a descobrir nessa cidade.

trilha pedra do pontal praia do recreio rio de janeiro

Andamos por todo o topo e encontramos uns cariocas locais lá em cima que juravam que havia uma outra trilha para a descida pelo lado de frente à Praia da Macumba. Começamos a descer por ali, mas como o mato estava muito fechado e estávamos com mochila para máquina fotográfica achamos melhor voltar pelo mesmo caminho que subimos.

trilha pedra do pontal praia do recreio rio de janeiro

trilha pedra do pontal praia do recreio rio de janeiro

trilha pedra do pontal praia do recreio rio de janeiro

Novidade! Tem vontade de fazer esse e outros passeios pelo Rio, mas não se sente seguro de ir sozinho? Nós levamos você. Fale com a gente pelo [email protected]


Quer ver mais passeios e trilhas pelo Rio de Janeiro? Confira também:

O que fazer no Rio de Janeiro – 51 boas ideias para você aproveitar a cidade

Vista Chinesa e Cachoeiras do Horto – Rotas Cariocas

Trilha do Pão de Açúcar – Rotas Cariocas

Trilha da Pedra da Gávea – Rotas Cariocas

Vai viajar? Reserve seu hotel pelo Booking!
banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.

  • manuela correia

    Vocês como sempre super objetivos, amei! Tenho q em breve conhecer
    Uma pergunta, qual a GoPro de vcs? Estou querendo comprar uma simples e não sei se vale a pena
    Bjss
    Manu Correia

    • Jessica Veneravel

      Muito obrigada Manuela! 😀
      A nossa é a GoPro 3+ black edition.
      bjs!

  • Paula Clapp

    E como é para descer? La é muito íngreme? Pq eu morro de medo…

    • Oi Paula, para descer é o mesmo caminho. A parte mais “difícil” é essa da corda. Nós achamos bem tranquilo, mas isso vai de cada um né.

      Não é muito íngreme não. Acho que vale a tentativa! =)

  • Priscila Feliciano

    Olá ,estou querendo ir com uma amiga. É possível fazer essa trilha sem um guia?

    • Oi Priscila, é possível sim. A trilha é mega tranquila =)

      • Cassiana de Medeiros

        tem indicação de algum guia que possa levar fazer essa trilha?

        • Não tenho, Cassiana. Mas de uma pesquisada no google que não deve ser difícil de encontrar =)