Close

A Itália e sempre esteve no meu top 5 de países que não podíamos deixar de visitar antes de voltar ao Brasil. Passear por ruas históricas, visitar monumentos como o Coliseu, degustar da comida italiana original, encher a cara com mil gelatos e, é claro, a língua! Apesar de não falar nada de italiano, sempre achei a língua extremamente sonora e sempre tive vontade de estudá-la. Mas chega de falar de mim e vamos às dicas!

É caro viajar pela Itália?

Passagem de avião

Um dos maiores obstáculos para que pudéssemos tirar do papel nosso plano de visitar a Itália era sempre um: o dinheiro. Os preços das passagens para a Itália sempre estavam altos e pouco variavam mesmo em baixa temporada.

A cidade com o preço mais em conta para “entrada” na Itália era Milão, ou melhor, sua vizinha Bergamo, onde desembarcam os aviões de low-cost. Já falamos isso algumas vezes no blog, mas não custa repetir: uma viagem é feita de escolhas. E nossa prioridade era chegar em Roma. A saída foi incluir a visita à Itália saindo de outro país.

Vale a pena pesquisar a entrada na Itália vindo de países mais baratos como Portugal e Espanha. A nossa opção foi pela Grécia.

Italia ferias viagem piazza navona fontana praca fonte monumento roma europa
Piazza Navona, em Roma

Viajando de trem pela Itália

Ah! Quem nunca se imaginou viajando de trem pela Itália, tal como nos filmes e novelas. Mas para realizar esse sonho é preciso bastante planejamento prévio. Se puder, mantenha isso na imaginação. As tarifas de trem são bem salgadas principalmente quando comparadas com opções como os ônibus do Megabus, por exemplo. Uma passagem de ônibus comprada com antecedência pode custar meros £ 3 (preço do trecho Roma X Veneza saindo às 1h da manhã), que mesmo com a libra em alta, ainda representa uma economia e tanta!

No entanto, se mesmo assim você preferir viajar de trem comece consultando o site da Trenitalia, companhia de trens locais. Nós não demos tanta sorte com os preços de lá (tivemos que pagar € 60 no trecho Roma X Veneza comprando o bilhete na hora), mas uma amiga conseguiu, comprando com muita antecedência (dois a três meses), passagens por € 19!

Italia ferias viagem roma coliseu colosseo roteiro eurotrip
Ah, o Coliseu!

Comer na Itália

Comer na Itália foi a grande decepção dessa viagem. Talvez por esperarmos muito de lá, acabamos nos desapontando feio com tudo em relação à comida.

Os pratos em geral estavam bem caros, por volta de € 20. O italiano divide as refeições em entrada/primeiro prato – massa/segundo prato – um tipo de carne, ou seja, se você quiser fazer uma refeição tipicamente italiana vai ter que desembolsar de cara  uns € 60. Achar um suco natural também era impossível e em alguns lugares o suco vinha somente a metade do copo, cerca de 100 ml. Coloca então um copo menor para ficar menos feio, né?

Italia ferias viagem canal veneza gondolas passeio
Veneza e os famosos gondoleiros.

Além do preço, é preciso ficar ligado nas taxas de serviço (12% compulsórios do prato) e de coperto, que é uma taxa para se sentar a mesa. É comum, principalmente em Londres e em Dublin, que alguns lugares ofereçam preços diferenciados para take-away, o nosso “para viagem”, mas geralmente são cafeterias ou lugares sem muito espaço para as mesas. Na Itália, essa taxa é cobrada em todo tipo de restaurante, principalmente os mais arrumadinhos. Seria ok se não fossem cobradas as duas taxas juntas, ou seja, você paga pelo o que come, paga o serviço e pelo privilégio de se sentar a uma mesa!

Os pratos são bem gostosos, mas os cardápios não variam muito dos pratos tradicionais como lasanha a bolonhesa e massas aos molhos pesto, carbonara, bolognesa ou napolitano. Sempre achei que fosse encontrar mais molhos e combinações diferentes por lá. Mas isso a gente explica mais à frente.

Italia ferias viagem Veneza Europa eurotrip
Veneza

Os italianos

Sempre quando generalizamos uma nacionalidade corremos grande risco de estar fazendo alguma injustiça. Sabemos disso. Mas generalizando mesmo tivemos uma impressão bem ruim dos italianos durante nossa passagem por Roma e Veneza.

Sempre tive aquela imagem de que os italianos eram parecidos com os brasileiros, que eram expansivos e não distantes e um frios como alguns ingleses. No entanto, pegue os italianos descritos em ‘Comer, Rezar e Amar” e multiplique o volume por 10! Eles são muito escandalosos. Os pedidos de um restaurante à cozinha são feitos aos gritos, por sinal, o garçom do restaurante em que comemos no Vaticano, nos serviu enquanto gritava/conversava com seu amigo do outro lado do salão.

Até ai a gente grita e gesticula também e tá tudo certo, mas uma coisa que nos deixava absurdamente irritados eram as filas (ou falta delas) em todos os lugares. Já na Grécia, quando visitamos Oía, vimos que nenhum dos outros turistas, em sua grande maioria italianos, respeitaram a fila para entrar no ônibus. Durante os dias que passamos em Roma a falta de educação em relação a isso era óbvia. Simplesmente é normal “furar fila” e se você quiser que feche a passagem de todos, que faça seu escândalo para evitar que passem na sua frente. O cúmulo foi em um mercado em Veneza onde um homem passou na cara de pau master na frente de várias pessoas, menos na nossa. Alooou? Sou brasileira rapá!

Italia ferias viagem roma castelo saint angelo europa eurotrip passeio museu
O Castelo de Sant’Angelo em Roma

Dicas práticas:

  • A moeda na Itália é o euro;
  • O inglês com sotaque italiano é bem difícil de entender, mas nada que quem tenha assistido “Terra Nostra” não consiga contornar;
  • Vôos vindos da Grécia e Malta são considerados voos domésticos e, portanto, não tem imigração de entrada;
  • Cuidado com o que você vai falar em português achando que ninguém está ouvindo. A Itália, em especial, Roma e o Vaticano foram os lugares onde mais escutamos brasileiros de todo o mundo! E olha, era cada coisa que escutávamos…
  • Compre quantos sorvetes achar pela rua. Sério! Existem uns que são normais, mas nos lugares mais inusitados você acha aquele gelato perfeito! Meus prediletos eram pistacchio, cioccolato com brownie e cream cheese! Hummm!
veneza praça de são marco
Praça de San Marco, Veneza!

Vai vistar Itália? Clique aqui é garanta seu desconto de 15% no desconto no seguro viagem com a Mondial Assintance.

Quer ler mais sobre nossa viagem pela Itália? Então vejo também:

Coliseu de Roma – visita ao maior símbolo da Itália

Vaticano – como e quando visitar o Papa

Praça de São Pedro e Basílica no Vaticano

Vai viajar para Itália? Confira as melhores opções de hotéis!
banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.

  • Ju Savazzi

    Vou viajar pra Roma e amei as dicas de vocês, muito precisas. Geralmente encontramos várias dicas, porém informações que vocês passam, do tipo “Qual o tempo de visita no Coliseu”, auxilia bastante quem quer programar um roteiro. Parabéns pelo blog 😉

    • Valeu mesmo Ju!! Muito obrigado pelos elogios =)