займ онлайнкредиты онлайн
Close

Trolltunga é mais um desses lugares incríveis pelo mundo que todo aventureiro precisa conhecer um dia. Depois de termos feito as trilhas para a Kjeragbolten e para a Preikestolen, era a hora de partimos para Odda para o grande desafio, 22km (ida e volta) para realizar o sonho de conhecer a Trolltunga.

Sobre a Trolltunga

Trolltunga é uma rocha horizontal esticada sobre o lago Ringedalsvatnet a 700 metros de altura, na Noruega. O nome significa Língua do Troll, pela semelhança da rocha com uma língua estendida.

Trilha para a Trolltunga na Noruega 4

Planejamento para fazer a trilha

Escolha a melhor época

A melhor época para fazer a trilha é no verão, entre os meses de Junho e Setembro. Nos meses de Julho e Agosto (alta temporada) as ofertas de ônibus são maiores, o que facilita a sua logística.

Nós fizemos a trilha no início de julho de 2015 e pegamos muita neve na trilha. A temperatura lá em cima estava por volta de 6ºC e 80% do caminho ainda estava coberto por gelo. Como nunca tínhamos feito trilha sob gelo, achamos incrível. Mas por outro lado, a trilha acaba ficando mais cansativa.

Trilha para a Trolltunga

Não deixe de ficar ligado na previsão do tempo também. Se a previsão for de chuva, é melhor deixar para o dia seguinte.

Em que cidade ficar hospedado para fazer a trilha

Para fazer a trilha até a Trolltunga, você deverá se hospedar na cidade de Odda e essa é a parte um pouco complicada na hora de montar a logística. Odda fica distante de tudo. São 360km distante da capital Oslo, 193km de Stavanger e 134km de Bergen.

odda cidade

Como nós estávamos em Stavanger, nós usamos o ônibus que a Tide Reiser nos ofereceu, saindo da base da trilha da Preikestolen e indo direto para Odda. Para ver mais informações sobre esse translado, clique aqui.

Odda é uma cidade bem pequena e não possui muita estrutura para turismo. É bom reservar seu hotel com antecedência, principalmente se você estiver indo em alta temporada. Nós ficamos no Trolltunga Hotel e mesmo ele não ficando no centro da cidade, gostamos bastante do lugar.

Como chegar na base da trilha

Outra coisa que você deve saber é que a base da trilha não fica próxima a cidade. Você terá que pegar um transporte até um ponto chamado Skjeggedal (cerca de 15 minutos de carro do centro de Odda). Para chegar lá existem duas opções: ir de ônibus ou taxi.

O ônibus sai do centro de Odda e é na verdade um minibus da empresa de Taxi da região. A corrida de taxi é tabelada em 350 NOK. Como estávamos em dois e mais uma norueguesa que estava no mesmo hotel também queria fazer a trilha, optamos por pegar o taxi. Dependendo do número de pessoas que for com você, vale a pena pegar o taxi.

Os ônibus saem da estação central em Odda e clicando aqui você pode ver a tabela atualizada de horários, tanto do trajeto, até a base da trilha em Skjeggedal, quanto a volta.

Trilha para a Trolltunga na Noruega onibus tabela de horario

Caso você esteja de carro, o estacionamento na base da trilha custa 120 NOK por dia.

Na base da trilha, ao lado do estacionamento, você vai encontrar alguns banheiros e um pequeno mercadinho (que pode estar fechado dependendo da hora que você chegar para fazer a trilha).

A trilha até a Trolltunga

A trilha até a Trolltunga é bem forte. Ao todo são 22km de chão com subidas íngremes, passando por lama, neve e cruzando rios. A média de tempo para a fazer a ida é de quatro a cinco horas. Nós fizemos no nosso ritmo e completamos a trilha em 4h30. É extremamente importante que você faça essa trilha com roupas adequadas para não passar nenhum perrengue no caminho.

Trilha para a Trolltunga na Noruega mapa altitude e distancia

Assim como todas as trilhas que fizemos na Noruega, a Trolltunga é muito bem demarcada e a todo momento você encontra a letra T pintada em vermelho pelas rochas ao redor, indicando o caminho certo da trilha.

Trilha para a Trolltunga na Noruega 7

Antigamente o início da trilha era feito por uma escadinha de madeira ao lado dos trilhos de um funicular desativado, porém quando fomos, esse caminho estava destruído e tivemos que fazer um caminho alternativo, bem ao lado dessa subida.

Trilha para a Trolltunga na Noruega primeira subida

A primeira parte é a mais difícil de toda a trilha. Por mais frio que esteja, pode tirar o seu casaco que em poucos minutos você vai começar a suar. São aproximadamente 1,5 km de uma subida muito íngreme, feita por uma escadinha de pedras com degraus bem altos.

Trilha para a Trolltunga na Noruega

Após vencermos a primeira etapa da trilha, passamos por uma parte mais plana onde a neve já estava derretida e com muita lama. Só nesse trecho passamos por dois rios, portanto não há necessidade de levar muitos litros de água para a trilha. Leve água suficiente para a primeira subida e depois encha a garrafa nos rios.

Nessa parte plana já dava para ver o próximo desafio, uma montanha tomada por gelo. São mais 1,5 km de subida, menos íngreme que a primeira, porém, a partir de agora encontraríamos gelo por toda a trilha.

Trilha com neve  para a Trolltunga na Noruega

Após essa subida a trilha começa a ficar mais tranquila. Passamos por longos trechos planos apenas com algumas decidas e subidas. Depois de uns 4 km ou 5 km de trilha ainda passamos por mais um rio, onde aproveitamos para encher nossas garrafas.

Trilha para a Trolltunga na Noruega 8

Ao chegarmos na metade do caminho, demos de cara com um visual de tirar o fôlego e já tivemos ideia do que viria pela frente. Lugar certo para uma parada mais longa para comer alguma coisa e descansar.

Trilha para a Trolltunga na Noruega caminho com neve

Trilha para a Trolltunga na Noruega paisagem

Foram mais alguns quilômetros andando na neve até um grupo que já estava voltando nos avisar que faltava muito pouco para chegar. Era o sprint final, aceleramos o passo e finalmente chegamos na Trolltunga!

Chegando na Trolltunga

Um sorriso no rosto, um abraço e um beijo marcaram a sensação de objetivo cumprido. Depois de 4h30 estávamos de frente para aquela paisagem que até então, só tínhamos visto em fotos. E posso falar, fotos não conseguem representar o quão incrível é aquele lugar. O que vimos não tem como descrever em palavras. Simplesmente o lugar mais bonito que já estivemos em nossas vidas.

Trilha para a pedra Trolltunga na Noruega

Antes de qualquer coisa, sentamos para comer, apreciar a paisagem e ver a criatividade do pessoal que ia até a pedra tirar as fotos.

Trilha para a Trolltunga na Noruega 2

Depois de uma pausa para o lanche era a nossa vez de tirar a foto na pedra. Deixei a maquina com a Jéssica e fui para a fila. Sim! Tem uma fila para tirar a foto na pedra. Como a trilha é bem popular e muitas pessoas querem conhecer a Trolltunga, o lugar fica cheio. E como todo mundo quer uma foto sozinho na pedra, as pessoas organizam uma fila e esperam pacientemente a sua vez.

Trilha para a Trolltunga na Noruega fila para tirar foto na pedra

Quando eu fui tinham umas 15 pessoas na minha frente. Levou cerca de 20 minutos até chegar a minha vez de tirar as fotos na pedra. Olha ai o resultado!

Trilha para a Trolltunga na Noruega bandeira do brasil Trilha para a Trolltunga na Noruega visual incrivel odda

Voltei para conferir as fotos e nesse meio tempo, um rapaz pediu para a gente tirar fotos dele, pois ele estava sozinho. Tivemos que esperar uns 20 minutos para tirar as fotos e depois foi a vez da Jéssica ir até a pedra. Mais uns 30 minutos até chegar a vez dela e mais fotos!

Trilha para a Trolltunga na Noruega fotografia linda paisagem

Trilha para a Trolltunga na Noruega lingua do troll odda

Mas ainda faltava as nossas fotos juntos na pedra! Pedi para a Jéssica ir até a fila e quando estava quase chegando a vez dela, pedi para um rapaz tirar as nossas fotos.

Trilha para a Trolltunga na Noruega landscape

Trilha para a Trolltunga na Noruega visual lindo

Depois de aproveitar muito o lugar e de fazer as nossas fotos, fomos para uma parte um pouco mais acima da pedra. O visual de lá também era incrível e vale a pena dar uma esticadinha até lá.

Trilha para a Trolltunga na Noruega 5

DCIM100GOPRO

Depois de mais de três horas lá em cima, voltamos hipnotizados com o lugar. Ainda demos uma parada no mercadinho na base da trilha para tomar uma merecida cerveja gelada, antes de pegarmos o minibus de volta para o hotel.

A trilha para a Trolltunga foi uma das experiências mais incríveis das nossas vidas e sem dúvidas é um lugar que você deve incluir no seu roteiro de uma viagem de aventura pela Noruega.


HeaderLogoTide

Para essa viagem, o blog Deixa de Frescura recebeu o apoio da empresa Tide Reiser que nos ofereceu o transporte até a base das trilhas da Kjeragbolten, Pulpit Rock e até a cidade de Odda.


Vai para a Noruega? Clique aqui é garanta seu desconto de 15% no desconto no seguro viagem com a Mondial Assintance

Quer saber mais da nossa viagem para a Noruega? Confira também:

Noruega: Tudo o que você precisa saber antes de ir

Kjeragbolten: A rocha presa em uma fenda a 1.000 metros de altura

Preikestolen: A famosa pedra do púlpito na Noruega

Confira aqui as melhores opções de hospedagem pela Noruega!
banner-booking

 

Sobre o autor

Carioca da gema, flamenguista, psicólogo e apaixonado por fotografia. Para ele, qualquer lugar é perfeito com céu azul, sol e uma cerveja gelada. Após dois anos morando em Dublin, é hora de retomar a vida no Brasil e desbravar cada cantinho do nosso país.

  • Lu Ravazi

    Venho acompanhando os posts de vocês sobre essa aventura na Noruega e estou encantada! Que delícia de viagem! Valeu pelas dicas!

    • Que legal Lu! O país é incrível né? Essa nossa viagem foi uma das melhores que fizemos aqui pela Europa. Com certeza é um dos lugares que eu ainda vou voltar. Valeu por nos acompanhar =)

  • Bruno, que demais! Essas fotos estão absolutamente maravilhosas. Eu estou com viagem marcada pra Noruega em dezembro, por isso não vai rolar trilha nenhuma. No entanto, quero muito ir mais pro interior e ver as montanhas cobertas de neve. Você recomenda algum lugar em específico? Obrigada!

    • Oi Barbara! Olha, nós não chegamos a ir até lá, mas todo mundo fala de Bergen! Se eu não me engano, é a segunda cidade mais popular na Noruega. Pelas fotos que eu vi, o lugar é realmente lindo. Dê uma procurada no google sobre lá, acho que vale a pena! =)

    • Diego

      Me metendo no assunto alheio, mas vamos lá.

      Bergen realmente é uma cidade belíssima! Fui para lá no verão, então não sei como é no inverno. Apesar de ser conhecida como cidade das chuvas, peguei 4 dias de puro sol. Cidade bem aconchegante e bonita.

      Outra cidadezinha que merece ser lembrada também é Ålesund. Nessa dois dias são o suficiente para se conhecer TODA, cada centímetro dela, mas ela possui um charme que me fez vontade de ficar por lá por muito mais tempo.

      Uma amiga minha foi para o norte, conheceu Tromso e ficou maravilhada com tudo por lá. Ela recomenda fortemente também.
      Eu desejo um dia voltar para Bergen. Simpatizei muito com ela.

      • Show Diego!!! Muito obrigado pela sua contribuição! Abs!

  • Amanda

    Não achei um “about” do blog, pode me dizer se ele é só de vocês, o casal? Achei o post maravilhoso e fiquei pensando sobre minha viagem dessa virada de ano para o México. Quando fui conhecer o vulcão de Toluca não achei um post decente sobre ele como deveria ter, igual a esse daqui. É um lugar cheio de pormenores e eu quase me ferrei feio com a falta de informação. Se tivesse como, pensei em contribuir.. Parabéns!

    • Oi Amanda! No menu lá em cima nós temos um “Sobre nós” =)

      Bom o blog é só nosso sim. Buscamos manter só as nossas experiencias no site, mas eu conheço vários blogs de viagem que aceitam artigos de colaboradores! Entra no site da RBBV e veja os blogs que tem lá. Depois é só entrar em contato =)

      Valeu!

  • Lau De Biase

    Boa noite! Os unicos meses possíveis para fazer essa trilha é entre junho e setembro? Farei um mochilão em março do ano que vem e estou morrendo de vontade de conhecer esse lugar

    • Oi Lau! Infelizmente sim. A trilha só fica aberta durante esse período mesmo. =(

  • Isabela Vieira

    Olá Bruno, adorei o post. Já quero programar pra ir 🙂 queria fazer uma pergunta, pode acampar la em cima?

    • Oi Isabela, pode sim! Quando chegamos lá, vimos um casal em uma barraca ali pertinho da Trolltunga! Passar uma noite lá em cima deve ser uma experiência incrível e se um dia eu fizer essa trilha de novo eu vou para passar uma noite lá em cima =)

      • Isabela Vieira

        Ah que legal! Deve ser incrível mesmo, ainda mais pra pegar o local vazio. Obrigada pelas dicas no site, muito legais! 🙂

  • Guilherme Martins

    Acha que da pra fazer essa trip com uns 350 euros?

    • Qual roteiro? Saindo de onde?
      De qualquer forma, acho que não dá não, Guilherme.

      Valeu!

      • Guilherme Martins

        Saindo de dublin com passagens compradas pra oslo quanto vc acha que gasta em media?

        • Com 350 euros, com as passagens já compradas até acho que dê. Mas não sei se vale a pena. Com essa grana vai dar para pegar um ônibus até Odda, passar duas noites lá, voltar para Oslo, passar uma noite e ir embora no outro dia. 350 ainda fica meio apertado.

  • Myriam Sabra

    Olá Bruno, eu e meu marido pretendemos fazer este passeio em junho/2017. Qual o tipo de roupa ou calçado você indica para usarmos ao fazer a trilha e o que levar para comer?

    • Olá Myriam!
      Calçado tem que ser botas de trilha impermeáveis. Acredite, isso vai fazer toda a diferença. Leve também um ou dois pares de meia extra. No inicio da trilha eu enfiei o pé numa parte cheia de lama e tive que gastar logo de cara o par de meia extra que eu havia levado.

      Eu fui de calça (que vira bermuda) impermeável também, mas isso não é tão necessário. Um casaco também é indispensável. Caso esteja sol, óculos escuro e protetor solar.

      Para comer, nós levamos alguns sanduíches de pão com presunto que fizemos no café da manhã do hotel. Barrinhas de cereal e biscoitos também são interessantes de levar.

      Valeu!

      • Myriam Sabra

        Fui para o Trolltunga dia 16 de junho. Ameiiii. Agora quero voltar e fazer a Pulpit Rock e Kjeragbolten. Acho que deveria estar mais preparada para as subidas, pois senti o joelho bambear. Apesar de molhar os pés e a blusa, secaram rapidinho e não precisei trocar. A volta ficou um pouco tenso pois choveu muito e o piso ( pedras e lamas) ficou muito escorregadio. Fizemos em 12h ao todo, sem parar na subida. A ansiedade era enorme

  • Luana Lazarini Loureiro

    Olá Bruno!!! Vi que você voltou de Odda para Oslo de ônibus. Não estou encontrando passagens, por acaso foi esse site que usou? https://www.nor-way.no/
    Obrigada!

    • Voltamos de ônibus sim.
      Na verdade nós compramos na hora. O ponto de onibus ficava em frente ao nosso hotel. Pagamos a passagem já dentro do onibus. É bem trabquilo. Só pegar informações no hotel que você irá ficar =)

      • Luana Lazarini Loureiro

        Valeu, querido! 🙂

  • Carol Akemi

    Olá! Seu blog esta ajudando MUITO no planejamento da minha viagem. Farei algumas coisas parecida com a de voces. Qtas horas vcs demoraram para voltar? Porque a ida demorou 4:30 e voces ficaram 3h la em cima. Que horas vcs chegaram la?
    Tranquilo para pegar taxi na volta?
    Obrigada

    • Valeu Carol!
      Não lembro exatamente mas acredito que a volta tenha sido em 2 horas. No máximo 2h 30m.
      Tem que chegar bem cedo para iniciar a trilha. 7h ou no máximo 8h da manhã.

      Nós voltamos com uma van que fazia o trajeto centro de Odda até a base da trilha. Quando você estiver lá, procure saber o ultimo horário da van e se programe. Por sorte nós pegamos a ultima.

  • Renan Peres

    Olá, tudo bem? Parabéns pelo post, muito claro! Apenas uma dúvida: você acha possível fazer essa trilha no mesmo dia saindo de Stavanger e voltando para lá ao final? Estou com viagem para Stavanger marcada e não queria fechar outro hotel em Odda. Obrigado! Abs.

    • Valeu Renan!
      Não acho que seja possível não. Na minha visão você teria que dormir no MINIMO uma noite em Odda. Se conseguir conciliar os horários, até dá pra voltar no mesmo dia da trilha.

      Abs!