Close

A Noruega além de ser um país riquíssimo em cultura e história, é um país com belezas naturais únicas. Os fiordes noruegueses, a aurora boreal e o visual das montanhas gigantescas, muitas vezes cobertas por neve, tornam o lugar perfeito para os amantes de aventuras e trilhas.

Quando decidimos ir para a Noruega, fomos com o objetivo fazer três trilhas. Três lugares únicos e com um visual incrível: a trilha da Kjeragbolten, aquela pedra encaixada em uma fenda nas montanhas; a trilha da Pulpit Rock, uma rocha plana de frente para o fiorde Lysefjord; e a Trolltunga, a famosa lingua do Troll, de frente para as montanhas.

O problema começou quando começamos a pesquisar a logística de transporte para a base das trilhas. Outra coisa que começou a complicar bastante, foi quando vimos que a Trolltunga ficava em outra cidade. Não é fácil montar um roteiro de poucos dias para fazer essas três trilhas e estamos aqui para te ajudar!

Trilha para a Trolltunga na Noruega lingua do troll odda
A incrível Trolltunga

Começando o planejamento

Quando ir

A melhor época para fazer esse tipo de viagem é no verão, entre o início de julho e o final de agosto. Essa época é boa não só pelo clima, mas por opções de transporte. Estações de ferry e ônibus convencionais também contam com linhas extras durante essa época.

Quantos dias são necessários para fazer as três trilhas

A Noruega é um país caro e quanto menos dias de viagem, menos grana você vai gastar. Porém, vale lembrar que as três trilhas somadas dão aproximadamente 40km de chão, ou seja, você vai precisar de um descanso entre elas.

Outra coisa importante, é deixar dias “coringas” na viagem. Caso o tempo esteja ruim para fazer alguma das trilhas, você terá a opção de deixar para o próximo dia.

Nossa viagem foi de 6 dias (7 noites) e na minha opinião esse é o tempo ideal. Deixamos dois dias “coringas” no final das contas. Esse dia acaba servindo para conhecer um pouco mais a cidade em que você está hospedado. A viagem acabou ficando um pouco mais cara, mas por outro lado, conseguimos pegar tempo bom em todas as três trilhas que fizemos.

Se o dinheiro é o problema, é possível fazer as três trilhas em 3 dias (4 noites), mas acho que nem preciso dizer que vai ficar muito corrido, né? Vou explicar direitinho como ficaria a logística de transporte mais abaixo.

Entendendo a localização de cada trilha

Nenhuma das trilhas ficam próximas a capital, Oslo.

A trilha da Kjeragbolten e a da Pulpit Rock você consegue fazer saindo da cidade de Stavanger. Para fazer a trilha da Trolltunga você terá que viajar até Odda, uma cidade pequena e com pouca estrutura para os viajantes.

Montando a logística de transporte com a Tide Reiser

Chegou a hora da verdade. Agora que você já entendeu um pouco onde fica cada trilha e quanto tempo é necessário para fazer essa viagem, vamos as detalhes de logística.

Pulpit Rock ou Preikestolen a pedra do pulpito na noruega como chegar tide reiser

O que nós fizemos e o que na minha opinião é a melhor opção, é começar a viagem por Stavanger, depois partir para Odda e por último Oslo (porque provavelmente o voo de volta será partindo de Oslo).

Em Stavanger, procure ficar no hotel ou albergue próximo a estação central de ônibus. Nós ficamos no Comfort Hotel e gostamos muito do custo x benefício. Fazíamos os lanches extras para a trilha no café da manhã do hotel (que é bem cedo) e passamos bem.

Primeira trilha: Kjeragbolten

A primeira trilha a ser feita saindo de Stavanger é para a Kjeragbolten. Mais para frente você vai entender o porquê.

Nós fizemos essa logo no dia seguinte em que nós chegamos. O ônibus custa 490 NOK (cerca de €54 por pessoa) e sai da estação central de ônibus em Stavanger pontualmente as 7h30. Você tem a opção de comprar o ticket na hora com o motorista ou de comprar antecipadamente, pelo site da Tide Reiser.

Mesmo deixando para comprar na hora, é sempre bom entrar no link acima para ler toda a programação do ônibus com os horários. No link da página deles também tem uma aba para ver a previsão do tempo. Fique atento lá para escolher o melhor dia para a sua trilha.

Esse ônibus vai te deixar na base da trilha por volta das 10h30. A volta é no mesmo local às 16h45. Uma das minhas preocupações quando eu vi os horários do ônibus era se nós iríamos ter tempo suficiente para ficar lá em cima. Em relação a isso, fique tranquilo. Nós fizemos a trilha com muita calma, tirando muitas fotos e com várias paradas para descanso, aproveitamos muito tempo lá em cima e voltamos para a base da trilha às 16h20. O tempo é suficiente sim.

Trilha para a pedra Kjeragbolten na noruega presa em uma fenda nas montanhas 2

Segunda trilha e viagem para Odda

Nós tivemos um dia de descanso entre a Kjeragbolten e a Pulpit Rock, mas é possível fazer as duas em dias seguidos. A trilha até a Pulpit Rock não é tão puxada quando a da Kjerag.

Lembra que eu falei que a Kjeragbolten deveria ser a primeira trilha a ser feita? Isso porque ao acabar a segunda trilha, para a Pulpit Rock, você entra direto em um ônibus em direção a Odda. Sim, a Tide Reiser oferece esse transporte e, na minha opinião, esse é o pulo do gato para otimizar a viagem.

Nesse dia, faça o check-out no hotel e vá de mala e cuia para a segunda trilha. Fique tranquilo que na base da trilha tem um hotel onde você pode deixar suas malas sem precisar pagar nada.

Você vai pegar uma balsa na estação de ferry em Stavanger e depois um ônibus até a base da trilha. Todo esse trajeto (incluindo a ida para Odda) está incluído no bilhete que você pode comprar no site da Tide Reiser.

O valor é de 595 NOK (aproximadamente € 65) e no site deles você também tem acesso aos horários. A minha dica é ir o mais cedo possível para fazer a trilha com calma e voltar com calma também.

O ônibus sai da base da trilha em direção a Odda pontualmente as 14h45 e chega às 19h20.

Em relação à viagem, por mais que pareça bem cansativa, não é por dois motivos. O primeiro é o wi-fi grátis que é disponibilizado no ônibus. O segundo motivo são as paisagens durante a viagem. Acredite, você vai passar por lugares incríveis!

Pulpit Rock ou Preikestolen a pedra do pulpito na noruega 7

Terceira Trilha: Trolltunga

Ficamos hospedamos no Trolltunga Hostel e assim que chegamos, a moça da recepção já perguntou se faríamos a trilha no dia seguinte. Ela nos alertou que a previsão era de chuva e neblina e que a trilha estava muito molhada. Como tínhamos reservado três noites no hotel, justamente para deixar um dia coringa, tivemos um dia para descansar (o que o tempo não estava bom) e deixamos para fazer a trilha no dia seguinte.

É possível fazer as trilhas em três dias seguidos? Pela logística sim, mas só aconselho você a fazer isso se o seu condicionamento físico for muito bom, pois a última trilha é muito desgastante.

Para chegar até a base da Trolltunga (skjeggedal) você tem duas opções. A primeira é pegar um ônibus que sai da estação central de Odda. E a outra é pegar um taxi do hotel onde você está até a base da trilha que fica no valor de 350 NOK, cerca de 40 euros no total. Se você conseguir juntar mais pessoas com você é uma boa pois você divide o valor e ainda pode ir na hora que quiser (até porque a base da trilha enche de acordo com o horário do ônibus).

A volta tem que ser de ônibus. Fique de olho nos horários da volta na tabela abaixo (referente ao ano de 2015).

Como nosso hotel não era no centrão de Odda, quando o ônibus nos deixou na cidade ainda tivemos que pegar um taxi para chegar até ele, que deu 80 NOK (cerca de €10).

Trilha para a Trolltunga na Noruega visual incrivel odda

Missão cumprida, como ir para Oslo?

Ir para Oslo é simples. Basta acessar o site da Nor-Way Bussekpress e comprar o seu bilhete para o horário desejado. Caso você fique no Trolltunga Hotel, você não precisa descer até o centro de Odda para pegar o ônibus. Há um ponto bem em frente ao hotel. Veja tam

Conclusão

Bom como vocês podem ver dá para fazer essas trilhas em três dias seguidos e no quarto pegar o voo de volta para o seu destino, mas a viagem fica extremamente corrida e se em um dos dias o tempo não estiver bom, não tem como alterar o roteiro.

Minha sugestão é que você faça uma viagem um pouco mais longa para poder escolher os dias com o tempo aberto para fazer as trilhas e até para aproveitar um pouco as cidades de Stavanger e Oslo (veja aqui nosso passeio pela cidade).

Bom, mais explicado que isso não tem como né? Boa viagem!


HeaderLogoTide

Para essa viagem, o blog Deixa de Frescura recebeu o apoio da empresa Tide Reiser que nos ofereceu o transporte até a base das trilhas da Kjeragbolten, Pulpit Rock e até a cidade de Odda.


Vai para a Noruega? Clique aqui é garanta seu desconto de 15% no desconto no seguro viagem com a Mondial Assintance

Quer saber mais da nossa viagem para a Noruega? Confira também:

Noruega: Tudo o que você precisa saber antes de ir

Kjeragbolten: A rocha presa em uma fenda a 1.000 metros de altura

Trolltunga – A trilha mais incrível que fizemos na Noruega

Confira aqui as melhores opções de hospedagem pela Noruega!
banner-booking

Sobre o autor

Carioca da gema, flamenguista, psicólogo e apaixonado por fotografia. Para ele, qualquer lugar é perfeito com céu azul, sol e uma cerveja gelada. Após dois anos morando em Dublin, é hora de retomar a vida no Brasil e desbravar cada cantinho do nosso país.

  • Carol Akemi

    Oi Bruno!
    Amei todos os posts de voces sobre a Noruega e as fotos ficaram demais!!! Parabens!
    Desculpe a pergunta, mas voce tem um valor aproximado de quanto gastou na viagem?
    Obrigada!
    Carol Akemi

    • Jessica Veneravel

      Oi Carol!
      Sem problemas. Com passagens, estadia, passeios e alimentação (que é bem cara por lá), gastamos por volta de €800 cada.
      Abraços!!

      • Carol Akemi

        Oi Jessica, Qual mes voces foram? Agosto?
        No final do mes?
        Super obrigada de novo. Bjossss

        • Olá Carol, nossa viagem para a Noruega foi no inicio de Julho. Bjs!

  • Náthalli

    Oi Bruno e Jessica! Mais uma vez estou aqui planejando uma viagem com as dicas de vocês haha usei as dicas de zakynthos e foi muito útil! Foi maravilhoso!
    Queria saber em relação ao sapato.. Vários blogs falam pra usar bota específica pra trilha, mas essas botas são muito caras e eu provavelmente não usaria nunca mais haha vocês usaram tênis normal de academia? Foi tranquilo?

    • Oi Náthalli! Que legal ouvir que nossas dicas foram uteis na sua viagem à Zakynthos! =)

      Antes da viagem eu estava pensando em fazer a trilha com tênis de caminhada mesmo, mas depois que eu li que iríamos pegar neve / gelo na trilha, tratei de comprar uma bota impermeável. Acho que é um item importante para essas trilhas sim, principalmente a Trolltunga.

      • JhonDias

        Boa noite, Bruno. Poderia especificar qual modelo comprou ou dar dica de algum? Valeu

        • Eu comprei uma impermeável da Columbia. Timberland também é uma boa opção =)

  • Artur Ferreira

    Parabéns e obrigado pelo relato, vai me ajudar muito! Estou planejando um mochilão pela Escandinávia e essas três trilhas são o principal da parte da Noruega.

    • Você vai achar incrível, Artur! Valeu cara!

  • Mara Helena Hubner

    Olá! Estamos indo para a Noruega no final de junho, e faremos a viagem de motor home. Adoramos as dicas! Vocês sabem se é permitido pernoitar nos estacionamentos das trilhas com o motor home?
    Obrigada!
    Mara

    • Oi Mara, já li alguma vez que isso é bem comum na Noruega. Como não tivemos essa experiência, indico o site Day Trippers e o Viajo Logo Existo. Acho que esses dois pernoitaram pela Noruega =)