займ онлайнкредиты онлайн
Close

Sabe aquele amigo que vive postando fotos e atualizando seu status como “estando ao redor do mundo”? Aquele que parece estar vivendo no mundo dos sonhos, só viajando, sem trabalhar… Dá inveja só de pensar, né? E se eu dissesse que você pode ser esse “amigo” que vive viajando? Sim, com um pouco de planejamento, coragem e nenhuma frescura é possível viajar o Brasil e o mundo.

Você é rico? Qual é o segredo das pessoas que dão a volta ao mundo?

Há um tempo publicamos um artigo falando de como a Geração Y está ganhando o mundo. No post, damos como exemplo várias pessoas que decidiram realizar o sonho de dar a volta ao mundo. Sempre que voltamos a divulgar esse post, recebemos mais e mais comentários do tipo “Com o papai bancando é fácil”, “Enquanto isso a geração X trabalha, porque alguém tem que trabalhar”, e por ai vai.

amigo-que-vive-viajando

A ideia de que alguém só pode ir em busca de seus sonhos, nesse caso, conhecer outros lugares do mundo, se for rico ou tiver alguém que o “banque” ou sustente por trás parece ser real para muitas pessoas. Mas, quantas delas já fez as contas do quanto é necessário para dar a volta ao mundo? Nosso sonho era visitar a Tailândia, mas sempre pensávamos que seria uma viagem muito cara, que era impossível com o dinheiro que tínhamos guardado… Começamos a pesquisar e a comparar com outros destinos e vimos que planejando tudo com antecedência é possível sim. Claro que tivemos que fazer pequenos sacrifícios diários como deixar de sair ou comer fora nos meses anteriores, parcelamos as passagens e até vendemos algumas coisas na internet.

Outro exemplo que mostra bem como viajar o mundo não é tão impossível o quanto muita gente imagina aconteceu com uma amiga minha. Estávamos em uma reunião de amigas e uma das presentes tinha retornado recentemente de uma grande e longa viagem pelo mundo (já nem me lembro quantos países ela havia visitado naquela época, mas eram muitos). Foi quando alguém a perguntou “como você arranja dinheiro para isso?”  e ela respondeu: “Vocês não estão organizando suas festas de casamento? Vocês casam e eu viajo.”

Quando alguém anuncia uma grande festa de aniversário ou casamento, ninguém vai lá e pergunta “Como você arranja dinheiro para a festa?” Já fica subentendido que, ou a pessoa já tem esse dinheiro economizado ou vai começar a economizá-lo, vai pagar parcelado, vai pesquisar diferentes fornecedores para pegar o melhor preço… O mesmo acontece com uma viagem.

O lado nada glamouroso das viagens de longo período

Um pouco dessa visão de “vida boa” que muitas pessoas têm de quem mora fora, está fazendo intercâmbio ou simplesmente mochilando ao redor do mundo, vem da ideia de que, diferente delas que trabalham das 9h as 18h de segunda a sexta, esse aventureiros só estão viajando. Agora vou fazer uma grande revelação: muitas dessas pessoas também trabalham!

amigo-que-vive-viajando-trabalho

Claro que há sim os que são bancados por pais, marido ou sabe-se lá mais quem, mas muitas das pessoas que fazem viagens longas (aquelas que duram mais de três meses) realizam trabalhos para se manter viajando. Conheço gente que trabalha on-line para empresas do Brasil mesmo, gente que trocou moradia por trabalho de meio período, tem de tudo.

Eu acho muita graça quando as pessoas falam comigo coisas como “você vive viajando” ou “cada mês você está num lugar diferente do mundo”. Na verdade, eu e o Bruno sempre tentamos ao máximo aproveitar finais de semana prolongados para fazer uma pequena viagem. Quanto morávamos no Rio só era possível ir em cidades perto, mas com as cias de voo low-cost da Europa é possível fazer um bate e volta em outro país. Em três horas (tempo que eu gastava atravessando a ponte Rio-Niterói) é possível sair de Dublin e ir até Marrakech.

O que ninguém vê sou eu de uniforme de garçonete, camareira ou tantos outros empregos que já tive que financiaram todas essas viagens ou o Bruno lavando carros ou entregando cerveja no meio da madrugada em busca do mesmo objetivo. Ninguém vê não porque nós tentemos esconder, mas porque ninguém tiraria e postaria uma foto de si mesmo no meio da rua, em pleno inverno de Dublin de -3°C, distribuindo panfletos.

Não julgue antes de conhecer

amigo-que-vive-viajando-volta-ao-mundo

Que atire a primeira pedra quem é muito mais feliz nas redes sociais do que fora dela. Os perfis sociais não correspondem a vida de ninguém, eles são apenas um fragmento de algo muito maior. Portanto, antes de julgarmos fulano ou ciclano porque eles “parecem” estar levando uma vida de vagabundo, procure conversar antes com eles. Outra coisa que noto é que muitas pessoas criticam aqueles que decidem ganhar o mundo e viver sem a certeza do emprego fixo simplesmente porque não conseguem enxergar para si esse tipo de vida. Cada um só é dono da sua própria vida; cada um sabe o que é melhor caminho para si. Se você escolheu o oposto dessa “vida de viajante sem rumo”, está tudo bem. Nós não iremos te julgar. Então, para que julgar os outros? 


Vai viajar e ainda não contratou seguro de viagem? Clique aqui e garanta 15% de desconto na Mondial Assistance.

Gostou? Veja também:

O que o medo tem te impedido de fazer?

4 verdades sobre ser brasileiro no exterior

Mochilão: planejar ou pegar as coisas e viajar?

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.

  • Angela Teresa Rispoli

    perfeito!!!!!!!!!!!!

    • Jessica Veneravel

      Vlw Angela! 😀

  • Alisson Vrai

    Esses moradores da zona de conforto são invejosos terríveis!

  • Alexander M.

    Oi Jessica, tudo blza?
    Vocês tem cidadania Europeia?

    • Jessica Veneravel

      Oi Alexander! Tudo certo. Bem que queríamos mas, não temos. rsrs

  • Laércio Ciro de 0liveira

    O importante é fazer o que gosta, seja em frente à TV com sua família ou pelo mundo à fora frente às maravilhas e belezas que ele pode nos oferecer. Sejamos felizes seja como for. Parabéns Jéssica!

  • Vinicius Rodrigues

    Ótimo post!! um dia eu e minha namorada ainda conseguiremos chegar a viajar assim! Já estamos iniciando… Parabéns pelo blog!

  • priscila braz

    cada um faz o que gosta tem gente que prefere gastar seu dinheiro em carros do ano , ou em baladas roupas eu prefiro viajar rsrsrsr pra mim isso e qualidade de vida .muito bom o texto