займ онлайнкредиты онлайн
Close

Não poderíamos voltar de Amsterdam sem escrever um post sobre a maconha e a política de drogas na Holanda. Por ser um país bem liberal, com a prostituição legalizada e o uso de drogas tolerado, a Holanda acaba sendo bastante estereotipada. Uma das primeiras perguntas que ouvimos quando falamos que iríamos à Amsterdam era: “E aí? Vai fumar unzinho lá?”. Acreditem, até a minha mãe me perguntou isso.

A verdade é que Amsterdam é muito mais que maconha e prostitutas. O país nos encantou pela beleza dos canais, pelo grande número de atrações a serem vistas, pelo clima jovem e divertido da cidade e uma coisa que me chamou muito a atenção, o respeito ao espaço do outro. Mas isso vamos falar um pouco mais a frente.

Não podemos negar que muitas pessoas vão para Amsterdam com a intenção de aproveitar essa tolerância às drogas para consumir sem preocupações drogas de qualidade. Nesse artigo vamos falar um pouco sobre o funcionamento de tudo isso e um pouco das nossas impressões.

Sobre a maconha em amsterdam -4

A política holandesa sobre drogas tem tido certo sucesso em comparação às políticas de outros países, especialmente em relação à prevenção e cuidado. O número de usuários dos vários tipos de drogas não é maior que em outros países, enquanto o número de mortes relacionadas às drogas, de 2,4 por milhão de habitantes, é o menor da Europa.

Fonte: Holland.com

Política de drogas em Amsterdam

Na Holanda, a maconha não é legalizada, ela é tolerada seguindo algumas regras e condições específicas. Dessa forma, o governo consegue diferenciar drogas leves como haxixe e maconha, das pesadas (heroína, cocaína, etc). Além de ter um controle melhor de sua utilização, venda e produção (e de ganhar uma graninha com impostos), essa medida facilita o combate ao tráfico e ao crime organizado.

Lembra que eu falei em regras e condições específicas? Então. O único lugar que você pode comprar maconha é nos coffeeshops espalhados pela cidade. Além disso você tem que ser maior de 18 anos (sim, eles pedem documento de identificação) e não pode comprar mais do que 5g da droga em um mesmo dia. E se você for pego na rua com uma quantidade maior que 5g, tá lascado!

Você só pode fumar dentro dos coffeeshops, na sua casa ou no quarto do hotel (se o hotel permitir, é claro). É proibido (mas nem tanto) fumar em locais públicos. Como assim “mas nem tanto”? Acontece que ninguém vai se importar se você for a um parque, sentar um pouco mais distante de onde as pessoas estão passando para fumar seu baseado. Agora, se você ascender seu cigarro de maconha no meio da rua com crianças passando, vai dar problema. A palavra chave é: bom senso.

O tráfico na rua é extremamente proibido.

Como funcionam os coffeeshops de Amsterdam

Os coffeeshops são estabelecimentos regulamentados, onde se pode consumir livremente a droga. Não é permitida a venda de bebidas alcoólicas nem o consumo de tabaco dentro do estabelecimento. Outra coisa que se pode comprar nos coffeeshops são os space cakes, que são bolinhos tipo muffins, com maconha dentro.

Sobre a maconha em amsterdam coffeeshops

Você não precisa consumir ao entrar em um coffeeshop. É possível sim (e uma experiência interessante) entrar no lugar apenas para dar uma olhada no ambiente.

Se você vai com a intenção de fumar e nunca fez isso antes, vá com calma. Explique ao vendedor que você nunca fumou maconha antes e peça que ele recomende algo que não seja forte. A mesma coisa vale para o bolinho. Coma um e espere, o efeito normalmente demora mais de meia hora para acontecer.

Sobre os coffeeshops, o lugar se parece muito com um pub, porém menor. Luz baixa, música ambiente e mesas espalhadas com pessoas conversando e fumando.

Logo na entrada você irá ver um cardápio com o nome das ervas que são vendidas no local, se são “indica” ou “sativa” (não me perguntem o que é isso) e em alguns coffeeshops eles colocam até o efeito de cada uma, ex: body hight, intense stoned, etc.

maconha em Amsterdam
Fonte: http://www.coffeeshopmenus.org/

Alguns coffeeshops são bem famosos. O The Bulldog, por exemplo, é uma rede com várias unidades em Amsterdam. O Dampkring também é bem famoso por ter aparecido no filme Ocean’s Twelve (12 homens e um segredo). Lendo alguns artigos pela internet, vimos que o Mellow Yellow e o Barney’s também são bem recomendados.

Sobre a maconha em amsterdam bull dog coffeeshop

Quanto custa fumar unzinho lá?

Nos coffeeshops é possível comprar tanto a erva em um saquinho plástico quanto ela já enrolada no papel.

O cigarro pronto (joint) custava em média € 5,00. A grama da erva variava bastante de lugar para lugar. Era possível encontrar de € 5,00 até € 15,00. Os space cakes custavam em média  € 6,00.

» Planejando sua viagem? Confira os melhores bairros para se hospedar em Amsterdam «

O mercado por trás disso tudo

Por ser bem conhecida pela tolerância de algumas drogas, a cidade aproveita a fama para vender todos os tipos de produtos possíveis relacionado a maconha, além de sementes.

Sobre a maconha em amsterdam

É bem comum, principalmente próximo ao Red Light District ver lojas vendendo pipes de todos os tamanhos para fumar, isqueiros com a folhinha da maconha, camisetas estampadas, caixinhas para guardar todo o seu “material, pirulitos, biscoitos de maconha, etc.

766-Weed-Amsterdam5
Fonte: http://scottfredrickson.com/

Respeito ao espaço do outro

Acho que o que mais me chamou atenção nessa viagem à Amsterdam, foi o respeito às diferenças. Por lá você vê de tudo, pessoas com cabelo roxo, roupas de todos os estilos, casais homosexuais de mãos dadas e pessoas fumando maconha não apenas dentro dos coffeeshops, mas em alguns parques, como o Vondelpark.

Sabe o que é mais legal? Ninguém se importa. Desde que você não invada o espaço do outro, ninguém se importa se você está fumando maconha no seu canto, mesmo que seja em um parque. Ninguém se importa sobre a sua preferencia sexual. Ninguém se importa sobre o seu estilo de se vestir. Esse pensamento é bem comum na Europa, mas eu achei ainda mais forte em Amsterdam.

Esse artigo não tem a intenção de passar a mensagem que a legalização das drogas é uma coisa boa ou ruim. Nossa ideia é apenas passar um pouco do que vimos durante nossa viagem à Amsterdam.


Vai vistar Amsterdam? Clique aqui é garanta seu desconto de 15% no desconto no seguro viagem com a Mondial Assintance.

Quer saber mais da nossa viagem Amsterdam? Confira também:

Onde se hospedar em Amsterdam – Dicas de bairros e hotéis

O que fazer em Amsterdam: Roteiro de 3, 5 ou 7 dias

Amsterdam: Tudo o que você precisa saber antes de ir

Heineken Experience – Um parque de diversões para adultos

Letreiro I Amsterdam e a Museumplein

Confira aqui as melhores opções de hospedagem!
banner-booking

Sobre o autor

Carioca da gema, flamenguista, psicólogo e apaixonado por fotografia. Para ele, qualquer lugar é perfeito com céu azul, sol e uma cerveja gelada. Após dois anos morando em Dublin, é hora de retomar a vida no Brasil e desbravar cada cantinho do nosso país.

  • Flavia Silva

    Post muito completo e profissional!!! Parabéns…

  • Rollins Revendedor Avon

    o bagui é doido memo !

  • Ricardo Rossi

    Em Montevidéo no Uruguai consigo consumir livremente ? Claro sempre com um bom senso..
    Nós coffesshop de lá vê sem para “turistas”?

    • Ricardo, não faço ideia meu amigo!
      Abs!

  • Larizza Matos

    Gostei muito da abordagem do post, foi mega explicativo e de muito bom senso. Estou indo à Amsterdam agora em outubro e li muitos blogs sobre o assuntos e o de vocês foi o que mais me agradou?! Tô bem ansiosa para conhecer essa cidade!

    • Muito obrigado Larizza =) Esse tipo de comentário nos deixa muito feliz!
      Tenho certeza que você irá amar a cidade!