Close

Amsterdam é conhecida como a cidade com maior quantidade de museus no mundo. São mais de 60 atrações de todos os tipos e para todos os gostos, desde espaços mais tradicionais como o Museu Van Gogh até outros mais interativos como a Heineken Experience.

Muito mais que uma fábrica aberta à visitação a Heineken Experience oferece um mergulho dentro do universo da cerveja, sua fabricação, os eventos que a marca apoia como a Champions League e muito mais. Vamos contar aqui passo a passo o que rolou na visita e como comprar os ingressos sem riscos de ficar horas na fila.

De Museu a centro interativo

O prédio onde hoje funciona a Heineken Experience hoje é bastante querido dos moradores de Amsterdam, porém nem sempre foi assim. Nos tempos em que ali ainda funciona a fábrica da cerveja, ela gerava um cheiro muito ruim que infestava toda a região.

heineken experience fábrica cerveja

Em 1988, quando a marca já era bem conhecida, a fábrica que funcionava ali foi fechada e o prédio foi transformado num museu. Os primeiros visitantes pagavam um ingresso quase simbólico para conhecer os equipamentos da fábrica e podiam beber o quanto quisessem lá dentro – com certeza o Bruno gostaria muito mais desse tipo de tour.

Hoje eles fazem questão de dizer que não são “um museu”, são uma “experiência”.

Como é a visita à Heineken Experience

Assim como na Fábrica da Guinness, em Dublin, a visita à Heineken Experience é auto-guiada, ou seja, você basicamente se vira sozinho. No entanto existem algumas atividades que são organizadas por monitores, caso da “aula de como tirar um chopp de Heineken” e da sessão de vídeo 4D.

heineken experience visita fábrica cerveja

O vídeo é a primeira etapa da visita. São pelo menos quatro salas de cinema, que devem comportar cerca de 15 pessoas cada. Por isso, dependendo do dia, entrar nessa atração pode demorar um pouco, mas mesmo assim vale muito a pena! Fomos no feriado da Páscoa e a Heineken tava muito cheia. Como já estávamos com os ingressos, não pegamos fila para comprar na hora e entramos bem rápido (veja aqui como comprar seus ingressos pela internet) e isso nos salvou de ficar mais tempo ainda esperando pelo vídeo.

Dica! Procure se sentar nas primeiras fileiras. O vídeo literalmente te coloca dentro de uma cerveja Heineken e você acompanha o todo o processo de fabricação desde a seleção de ingredientes e até é engarrafado com eles. Tudo isso é mostrado com muitos efeitos que realmente te fazem sentir parte da cerveja. Lembrou um pouco o tour que fizemos na Scotish Whisky Experience,em Edimburgo, só que em vez de você viajar pelo processo de produção da bebida, você é a bebida. Gostamos muito mais dessa experiência.

heineken experience fábrica fermentação da cerveja

Depois disso grande parte do passeio é realmente por sua conta. Existem uma ordem de caminho a seguir, especialmente na parte onde estão os antigos maquinários utilizados para fermentar a cerveja, mas quanto tempo você passa em cada parte é você quem decide. Como o prédio era realmente uma fábrica e depois foi reformulado para virar “um museu”, às vezes da a impressão de que você está dando voltas no mesmo espaço.

heineken experience cavalos estábulos fabrica cerveja

Garrafa da Heineken personalizada

Chegando na parte onde a cerveja é finalmente engarrafada estão alguns totens onde você pode fazer a sua própria garrafa personalizada. O processo é bem simples e prático. Você digita o nome que quer que venha escrito, insere um cartão de débito ou crédito e retira a notinha. No final do passeio é só retirar a garrafa na loja de souvenirs. Há como pagar em dinheiro, mas teria que pagar na lojinha e esperar ela ficar pronta lá. Pagando no totem ela já está pronta quando você chega. O preço de cada garrafa ficou em € 6.

Fonte: Trip Advisor

Para quem estiver viajando por companhias low cost, como a Ryanair, é só abrir e esvaziar a garrafa que ela passa na mala de cabine sem problemas. Para levá-la cheia, só se colocá-la na mala a ser despachada.

heineken experience garrafas personalizadas fábrica cerveja

Heineken hoje

Passamos por uns espaços bem legais dedicados aos eventos de música eletrônica e esportivos que a Heineken patrocina. No espaço da Champions League, por exemplo, você entra por um corredor semelhante à saída de um vestiário com um som de torcida ao fundo. Na sala principal o chão era de grama sintética e havia consoles de Playstation 3 para os visitantes jogarem um FIFA. Difícil foi arrastar o Bruno dali.

heineken experience espaço fifa champions league

heineken experience champions league

Interatividade

Durante toda a visita existem vários totens para fazer de tudo. Testamos nossas habilidades em servir um chopp; tiramos fotos em fundo chroma key (aquele verde que pode colocar tudo atrás) e até dançamos em frente a uma tela cujas luzes acompanhavam nossos movimentos (muito louco!).

heineken experience fotos totem interativo

Hora de beber!

Depois de ver um pouco da história da marca, de como a cerveja é feita e como ela é a sua estratégia de marketing hoje, é hora de finalmente bebê-la, certo? Sim! Embora durante a visita haja uma degustação com direito a explicação de como se bebe um cerveja (resumo: tem que beber que nem macho com a boca bem aberta para sentir todo o gosto de uma vez), ela é feita com mini-copos menores que as de um chopp garotinho. Assim é mole beber de uma vez só, né?

heineken experience degustação cerveja

Ao entrar na Heineken Experience você ganha uma pulseira com dois “pinos” e ao chegar no World Bar, você tem duas opções: troca os dois pinos por uma aula de como tirar um chopp; ou você troca cada pino por um chopp. Para quem escolher a primeira opção, assim como na Fábrica da Guinness um monitor te ensina a como tirar um chopp evitando desperdício e sem deixar muito colarinho. Ao final você também ganha um certificado e pode beber a sua cerveja.

heineken experience world bar

Ficamos com a segunda opção, pegamos os chopps e descansamos um pouco no bar cujas janelas interativas mostravam paisagens do mundo inteiro e olha qual apareceu na hora que estávamos lá:

heineken experience world bar rio de janeiro amsterdam

Vale a pena ir?

Apesar de não ser tão grande quanto a Fábrica Guinness, em Dublin, a Heineken Experience oferece um passeio bem divertido e ganha os visitantes muito mais pela quantidade de atrações interativas que há lá do que pela exposição (os cavalos, por exemplo, nem estavam lá). É, na verdade, um grande parque de diversões para adultos. Vale a pena ir se você acima de tudo gostar de cerveja e quiser dar um tempo de museus tão sérios.

heineken experience loja de souvenirs lembranças copos pint caneca
Alguns dos copos disponíveis na lojinha de souvenirs

Preços dos ingressos e horário de funcionamento

O preço do ingresso para a Heineken Experience varia entre € 18 e € 16 dependendo de onde você comprá-lo. Em Amsterdam é comum ver lojas e barracas vendendo ingressos para as mais variadas atrações, dentre as quais a Heineken Experience. Lá, com o flyer do hotel o ingresso custava € 17 (na verdade € 18, com desconto de € 1 pelo flyer).

Pelo TicketBar, plataforma parceira do Deixa de Frescura, o ingresso sai a € 16 para adultos e € 14 para jovens até 17 anos. Você recebe os ingressos por e-mail, imprime e só apresenta direto na entrada (não precisa ficar na fila da bilheteria e ainda ajuda o blog a se manter no ar).

A Heineken Experience fica em Stadhouderskade n°78 e funciona nos seguintes horários:

Segunda a quinta: das 10h30 às 19h30

Sexta a domingo: das 10h30 às 21h *durante os meses de julho e agosto (alto verão) esse horário e estendido para todos os dias da semana.


Vai vistar Amsterdam? Clique aqui é garanta seu desconto de 15% no desconto no seguro viagem com a Mondial Assintance.

Quer saber mais da nossa viagem Amsterdam? Confira também:

Amsterdam: Tudo o que você precisa saber antes de ir

Letreiro I Amsterdam e a Museumplein

Red Light District e a prostituição em Amsterdam

Confira aqui as melhores opções de hospedagem!
banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.