займ онлайнкредиты онлайн
Close

Sempre que compramos a passagem para visitar um determinado país ou cidade, a primeira coisa que pensamos é no roteiro que iremos fazer durante os dias que estaremos lá. No entanto, viemos para Dublin (ou Dublim) para morar por pelo menos um ano (já estamos perto de completar dois anos) e por isso nunca pensamos em correr para conhecer a cidade.

Como nem todo mundo tem essa oportunidade (e tempo), resolvemos fazer um roteiro do que faríamos se visitássemos a cidade como turistas. Assim, vamos indicar não só passeios dentro da capital da Irlanda, como também passeios “bate e volta” imperdíveis.

Antes de começar, embora algumas cidades da Europa tenham seu charme no inverno (como Paris), não recomendo visitar a Irlanda entre os meses de novembro e fevereiro. Como o clima no país já é bastante imprevisível durante o ano todo, vir no inverno significa ainda mais chances de pegar muito frio e vento; sem mencionar que amanhece tarde e anoitece bem cedo nessa época.

Dublin roteiro irlanda ponte o'connel
Ponte O’Connel e o Rio Liffey

Dublin – Roteiro por dia

Dia 1 – Explore o centro de Dublin – Ha’penny Bridge, Temple Bar, Dublin Castle, Trinity College e St Stephen’s Green

Nada como começar o primeiro dia de viagem conhecendo o centro da cidade. O ideal é que você esteja hospedado nas regiões de D1 ou D2. Considerando que você está em D1, comece o dia indo em direção à Spire. Trata-se do monumento mais famoso de Dublin, justamente por funcionar como um ponto de encontro.

Dublin roteiro  Castle castelo torre original Irlanda
Dublin Castle

A Spire fica na O’Connel Street, suba essa rua em direção ao Rio Liffey. Aproveite para andar à beira do Rio e atravesse para D2 na Ha’penny Bridge, a ponte foi construída em 1816 e era a travessia oficial do Liffey.

Passe reto pela região do Temple Bar (de manhã não tem muita graça) e siga em direção ao Dublin Castle. A visita guiada dura por volta 1h30 e é ótima para entender um pouco da história da Irlanda e sua relação com os ingleses. Siga pela Dame Street em direção ao Trinity College. Se a essa altura já pintar aquela fome, a Dame Street é um ótimo lugar para almoçar com restaurantes de todos os tipos e bolsos – desde o kebab salva-vidas do mochileiro até restaurantes mais refinados.

Dublin roteiro trinity college biblioteca harry potter irlanda europa
Interior da Biblioteca do Trinity College

A faculdade Trinty foi fundada em 1591 e é a mais antiga da Irlanda. Além do seu prédio ser um dos símbolos da cidade, seu campus é muito bonito, lá dentro há o Museu da Ciência e na sua biblioteca (onde foram filmadas cenas para Harry Potter) está o livro de Kells.

Dublin roteiro irlanda saint stephen green park jardim
Saint Stephen’s Green Park

Terminada a visita na Trinity, visite a estátua de Molly Malone, célebre personagem de uma das mais famosas canções de Dublin. Logo após, siga pela animada Grafton Street, aprecie os músicos e artistas de rua e vá até o Parque Saint Stephen’s Green. Descanse um pouco no parque e aprecie esse refúgio e, se ainda sobrarem pernas e disposição, siga para outro parque na Merrion Square. É aqui onde está a famosa estátua do escritor Oscar Wilde, além de outras obras.

Para a noite, retorne à região do Temple Bar e se jogue no pub que te chamar mais atenção.

Dublin roteiro irlanda temple bar pubs principal
O tradicional pub The Temple Bar, na região Temple Bar

Dia 2 – Phoenix Park, Kilmainham Goal, Guinness Storehouse

Pegue um ônibus e vá para o Phoenix Park. Ele é o maior parque urbano na Europa e conta também com o Zoológico da cidade e com a residência do Presidente. O Phoenix Park é gigante, então cuidado com a entrada e saída que você decidir pegar. Saindo ao sul, visite o Memorial de Guerra e visite a prisão Kilmainham Goal, onde muitos rebeldes em favor da independência do país foram presos e executados. Segure a fome para os restaurante da Guinness Storehouse e a visita à fábrica, claro.

Para fechar o dia, vá no The Church, uma igreja que foi vendida e transformada num restaurante/pub/boate.

Dia 3 – Cliffs of Moher

dublin roteiro cliffs of moher galway irlanda ireland penhascos natureza turismo casal

Os penhascos de Moher estão na outra extremidade da Irlanda, no condado de Clare. Existem várias empresas me Dublin que vendem o passeio para o Cliffs of Moher, incluindo visita à cidade de Galway. Trata-se de um passeio de dia inteiro então vale a pena planejar muito para a noite. Uma boa opção seria caminhar pelo Liffey em direção às docas.

Essa região é mais voltada para negócios, mas à noite os prédios se iluminam tornando o caminho ainda mais agradável. E é claro, tem a ponte da arpa, que a noite fica ainda mais bonita. O nome oficial dessa ponte é Samuel Beckett Bridge, mas todos a conhecem como a ponte da arpa. É lá que estão também as estátuas do Famine Memorial, esculturas dedicadas a todos os irlandeses que tiveram que deixar o país devido a grande fome no século XIX. Um lembrete de um dos episódios mais tristes da história da Irlanda. A noite a impressão é de as estátuas são pessoas realmente caminhando rumo aos barcos que deixavam o país.

dublin roteiro ponte arpa irlanda dublin samuel beckett bridge

Dia 4 – Christ Church, Saint Patrick’s Cathedral

Aproveite o último dia para visitar as duas catedrais mais importantes de Dublin – Christ Church e Saint Patrick’s. Logo após, a dica é conhecer Dublinia, cuja exposição mostra um pouco de como era a Irlanda na época da ocupação Viking.

dublin roteiro christ church catedral dublin irlanda
Christ Church Cathedral e Dublinia

O roteiro do 4° dia também depende da hora do seu voo. Se ainda tiver o dia inteiro, aproveite para revisitar a ponte da arpa e o Famine Memorial de dia. Com mais alguns dias na Ilha Esmeralda, vale a pena também fazer os passeios até Wiclow e até a Irlanda do Norte (Belfast).


Vai viajar para a  Irlanda e ainda não tem o seguro de viagem? Clique aqui para conseguir 15% de desconto para leitores do blog pela Mondial Assistance.

Quer saber mais sobre a Irlanda? Confira também:

Howth – de volta às trilhas na Irlanda

Partiu Bray! Conheça o litoral da Irlanda

Malahide – castelo e praia na Irlanda!

Vai conhecer Dublin? Confira aqui 200 opções de hospedagem!
banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.

  • Luciana Freitas

    Oi Jessica! Excelente post. Usei muito das suas dicas. Foram nota 1000! Queria deixar uma sugestão de passeio. A partir de Dublin fiz um bate-volta até Giant’s Causeway. Ao lado dos Cliffs of Moher (liiindos de morrer) é uma das belezas naturais mais visitadas. É um cenário bem diferente de tudo o que já conheci. Para quem tiver um tempinho a mais em Dublin vale muito a pena conhecer. Se for ok para você posso deixar um link do post que escrevi sobre o lugar aqui nos comentários?

    • Diamar A Cabral Santos

      Oi Luciana,
      Estou começando a planejar minha viagem para Dublin, e tô com dúvidas sobre qual melhor “caminho”.
      Saio de SP e não sei se aceito as conexões oferecidas pela agência ou se me arrisco a ir em algum país próximo e de lá seguir para Dublin.
      Pode me contar um pouco, de como vc fez?

      • Jessica Veneravel

        Oi Diamar,
        Nós saimos do Rio para Amsterdã e de lá pegamos uma conexão para Dublin. As conexões mais prováveis saindo do Brasil são em Madri, Amsterdã, Londres ou Paris. Abs

  • Homer Simpson Pedroso

    Olá Jessica, parabéns pelo blog. Ficarei quatro noites em Dublin (3 dias e meio na prática). Daí, vou para Galway, ou seja, terei mais de 3 dias inteiros para conhecer somente Dublin. Você incluiria mais alguma outra atração imperdível acrescentando as que você colocou acima? Algo, além do que você selecionou te chamaria atenção como turista? Obrigado.

    • Homer, pesquise sobre o passeio até o Condado de Wicklow. É outro lugar que vale muito a pena aqui na Irlanda. Valeu!