Close

Howth é um vilarejo, há 15 km da capital Dublin. Apesar da antiga vila de pescadores ter se desenvolvido bastante, Howth ainda é conhecido pelos deliciosos restaurantes especializados em pescados e, é claro, pelas trilhas que cortam e contornam a sua orla.

Uma das grandes vantagens de fazer uma viagem mais demorada (e não apenas um mochilão ou férias pelas capitais de cada país da Europa) é que no caminho descobrimos lugares bem bacanas como esse. Howth não aparece em destaque nos principais guias turísticos (na verdade, até a Guinness Storehouse é indicada na frente de cidades como Malahide ou Bray) e, talvez por isso seja um paraíso ainda pouco conhecido dos visitantes em geral, principalmente para os que, como nós, amam trilhas.

howth-martello-tower-trilha-roxa-bog-of-the-frogs-montanha-dublin-irlanda
A Martello Tower vista da trilha Bog of the Frogs

Como chegar?

Assim como o melhor meio de transporte público do turista no Rio de Janeiro é o metrô, em Dublin o DART (o trem) é sempre a melhor opção. O bilhete de ida e volta saindo da Tara Station (Centro de Dublin) custa por volta de € 5.

Já se seu objetivo for, assim como o nosso era, fazer a trilha de Howth, o ônibus pode ser a melhor opção. O 31 sai do centro de Dublin, na Abbey Street e faz ponto final no Summit, o topo dos cliffs of Howth. Na pressa pegamos o 31a, que também vai para Howth, mas o ponto final é bem depois do topo da montanha. Acabamos bem perto do Golf Club, próximo apenas da trilha “roxa”, a Bog of the Frogs. A passagem nos ônibus em Dublin é cobrada de acordo com a distância percorrida e, nesse caso, como foi de ponto final a ponto final custou € 3,05.

As trilhas de Howth

O caminho digamos oficial das trilhas é partindo do porto, subindo e dando a volta na montanha, mas muitos optam por ir de ônibus até o pico da montanha e só descer até a cidade.

howth-visita-passeio-trilha-dublin-irlanda

Existem quatro trilhas que diferem entre si pela distância percorrida e, é claro, a dificuldade. São elas:

Cliffs Path (amarela) – é a trilha mais fácil cobrindo apenas 6km de distância

Tramline (azul) – cobre 7km, mas ainda é considerada fácil

Black Linn (vermelha) – circuito um pouco maior com 8km e um caminho com mais subidas

Bog of the Frogs (roxa) – esse é o circuito mais extenso, com mais subidas e descidas e passa por mais “cliffs”, o que na verdade é a parte divertida e bonita do caminho. No total são 10 km.

howth-baily-summit-caminho-trilha-montanha-dublin-irlanda-trilhas

A tradução de “cliff” é penhasco e realmente passamos por vários no decorrer da trilha, mas depois do Cliffs of Moher, é difícil se impressionar com a altura ou com a precipitação de algumas rochas. Na verdade algumas placas de “cuidado penhasco” nos pareceram bem exageradas, mas nunca se sabe…

howth-trilhas-trechos-montanha-dublin-irlanda
Diferentes trechos da trilha em Howth

A trilha Bog of the Frogs alterna trechos bem abertos, escadas e também caminhos mais fechados, por isso (e por causa do clima da Irlanda) aconselhamos fazê-la de calça e tênis.

Todo o caminho é bem orientado por pequenas setas coloridas indicando cada trilha. Bem diferente das fitinhas amarradas que encontramos na trilha para Caxadaço, em Ilha Grande.

howth-trilhas-sinalizacao-setas-bog-of-the-frogs-black-linn-tramline-cliffs-path-dublin-irlanda
Exemplos da sinalização das diferentes trilhas.

As delícias do porto

Chegando ao porto de Howth decidimos procurar pelos famosos restaurantes de frutos do mar do local. As opções são muitas incluindo uma barraquinha com a bandeira brasileira. Uma opção barata e boa (uma “meal” custa em média € 8) é comer no Beshoff Bros. Os irlandeses amigos do Bruno indicaram lá como o melhor fish & chips da região. O único problema é que o restaurante é do tipo take away, então você não encontrará mesas e cadeiras para comer por lá.

howth-porto-dublin-irlanda-passeio-visita-cidade
O porto de Howth no final de tarde

Acabamos optando por tomar uma pint (o chopp gigante daqui) no Findlater, um restaurante delicioso localizado na rua principal de Howth.

Por essas e outras que quando nos perguntam se não preferíamos fazer um mochilão pelo mundo em vez de morar tanto tempo em um só lugar respondemos que não. Morar na Irlanda tem nos dado a oportunidade de conhecer lugares como Howth, que como turistas dificilmente teríamos tempo para ir ou mesmo saberíamos sobre a cidade. Que bom que não foi o caso!

howth-cidade-passeio-visita-porto-dublin-irlanda

Confira mais fotos da trilha Bog of the Frogs, a trilha roxa.

howth-trilha-roxa-bog-of-the-frogs-trilhas-dublin-irlanda

howth-trilha-trilhas-caminho-montanha-praia-montanha-dublin-irlanda

howth-dublin-irlanda-trecho-trilhas-cliffs-paisagem-visual-vista-mar

howth-trilha-caminho-visita-passeio-cidade-dublin-irlanda


Vai viajar para a  Irlanda e ainda não tem o seguro de viagem? Clique aqui para conseguir 15% de desconto para leitores do blog pela Mondial Assistance.

Quer ver da Irlanda? Confira também:

Galway – Conhecendo um pouco mais da Irlanda

Viajar ou morar fora do país?

Dubin: uma cidade original e multicultural

 Vai conhecer Howth? Confira aqui as opções de hospedagem!

banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.