Close

A Irlanda pode ser lembrada por muitas coisas, mas pelo seu “agradável” clima definitivamente não é. O tempo na ilha tende a ser sempre chuvoso e com fortes ventos, o que não torna um passeio ao ar livre o melhor dos programas. No entanto, a partir de abril tudo muda com a chegada da primavera. Os  parques públicos, como o National Botanic Gardens, se tornam uma grande atração para quem quer fazer algo diferente com um piquenique com os amigos, praticar algum esporte ou apenas admirar as lindas tulipas que florescem nessa época do ano.

botanic-gardens-jardim-botanico-dublin-irlanda-europa-parques-estufa-flores-primavera-verao

O Jardim Botânico ou National Botanic Gardens foi fundado em 1795 e, assim como o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, seu objetivo era o estudo de diferentes espécies de plantas de todo o mundo. Segundo informações do próprio Botanic Gardens, 20 000 espécies de plantas foram cultivadas no jardim.

O Botanic Gardens passou para o controle do governo irlandês em 1878, quando também se tornou público. Desde então não apenas os dubliners, mas pessoas de todo o mundo visitam os jardins.

botanic-gardens-jardim-botanico-dublin-irlanda-europa-parques-urbanos-lago-visita-passeio

botanic-gardens-jardim-botanico-dublin-irlanda-parques-urbanos-europa

Os parques urbanos são muito importantes nos países europeus, principalmente nas capitais. Como a grande parte das capitais foi planejada para ser segura contra ataques invasores, elas foram construídas longe do litoral. A verdade é que cada parque tem uma história diferente, um motivo para estar localizado onde está e ter o estilo que tem, mas todos tem em comum essa “missão” de trazer à cidade um pouco de natureza e sua tranquilidade revigorante para os cidadãos.

botanic-gardens-jardim-botanico-dublin-irlanda-visita

botanic-gardens-jardim-botanico-dublin-irlanda-parques-europa-esquilo-dia-de-sol-o-que-fazer
Notaram o esquilo?

Longe do corre corre e da atmosfera “turística” do centro, como o Saint Stephen’s Green, e não tão famoso como o Phoenix Park, o Botanic Gardens é  um lugar onde é possível observar um pouco de como realmente são os irlandeses. Nos finais de semana é ainda mais comum ver quase um trânsito intenso de carrinhos de bebê (item indispensável entre os irlandeses) e famílias inteiras deitadas na grama “pegando um sol”(se é que pode-se dizer isso, pois o sol daqui esquenta, mas não queima).

Localização e horário de funcionamento

botanic-gardens-jardim-botanico-dublin-irlanda-europa-primavera-verao-sol

O Botanic Gardens está localizado em Glanesvin, região de D9. Já explicamos que o Centro de Dublin engloba as regiões de D1 e D2. Sendo assim, D9 parece ser bem distante, mas fica apenas a 3,5km do Centro.

Assim como tudo na Europa, o horário de funcionamento varia de acordo com a estação do ano. Durante o verão (março a outubro) o Botanic Gardens fica aberto das 9h às 17h em dias úteis; finais de semana e feriados das 10h às 18h. Já no inverno (novembro a fevereiro), o público pode visitar o jardim das 9h às 16h30 em dias úteis; finais de semana e feriados das 10h às 16h30.

botanic-gardens-jardim-botanico-dublin-irlanda-estufa-plantas-flores-passeio

Dentro do jardim existem várias estufas e exposições; também há um centro de visitantes com várias informações sobre o Botanic Gardens. Mas se mesmo assim você for do tipo que prefere ter um guia, o próprio Jardim oferece visitas guiadas gratuitas todos os domingos às 12h e às 14h30. Para agendar uma visita em outro horário e para um grupo específico há um custo de € 2 por pessoa.

dublin-botanic-gardens-jardim-botanico-irlanda-bonsai-exposicao
Exposição de Bonsais em uma das estufas do Botanic Gardens

Vai viajar para a  Irlanda e ainda não tem o seguro de viagem? Clique aqui para conseguir 15% de desconto para leitores do blog pela Mondial Assistance.

Gosta de parques? Confira também:

St Stephen’s Green – um refúgio no coração de Dublin

Londres de graça! Parques e Museus gratuitos na cidade

Jardim Botânico do Rio de Janeiro – Rotas Cariocas

Vai conhecer Dublin? Confira aqui 200 opções de hospedagem!
banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.