займ онлайнкредиты онлайн
Close

Visitar um túmulo definitivamente não soa como um dos passeios mais atrativos de Paris (ou em qualquer parte do mundo). No entanto, o Palácio dos Inválidos é muito mais do que um túmulo. Apesar de hoje o local ser mais conhecido por ter virado a, digamos, moradia eterna de Napoleão, o Palácio ou Hotel dos Inválidos foi construído pelo Rei Luis XIV e também abriga o Museu do Exército com armaduras e trajes originais do século XIII em diante.

Palácio dos Inválidos – um refúgio para os ex-combatentes

paris-invalidos-hotel-palacio-tumulo-napoleao-museu-detalhes-entrada

Também chamado de Hotel dos Inválidos, o Palácio foi construído no século XVII, a mando do Rei Luis XIV. O objetivo era que o local servisse de refúgio para ex-combatentes do exército francês, em especial os que não tinham família nem condição de viver sozinhos. Conta-se que muitos eram mutilados (inválidos) e tantos outros ficaram perturbados mentalmente. O complexo incluía espaços de quartos,enfermarias e também uma capela. Com o tempo, muitos desses espaços foram adaptados, mas a estrutura do prédio original ainda está lá e impressiona principalmente pelo tamanho e detalhes decorativos (assim como o Arco do Triunfo). A cúpula dourada (revestida em folha de ouro), é quase uma referência na cidade e pode ser vista de vários ângulos de Paris.

paris-museu-rodin-jardim-invalidos-tumulo-napoleao-torre-eiffel-franca
Palácio dos Inválidos visto dos Jardins do Museu de Rodin e com a Torre Eiffel à direita

Museu do Exército

A vocação do local para servir também de museu é bem mais antiga do que se pensa. Já em 1872 foi inaugurado o Museu da Artilharia e em 1896, o Museu Histórico dos Exércitos. Em 1905 os acervos foram unidos e foi criado o Museu do Exército (Musée de L’armée).

O acervo do Museu do Exército é composto de armaduras, espadas, escudos e todos as armas usadas por exércitos dos séculos XIII até a II Guerra Mundial. São expostos não só os trajes dos exércitos do ocidente como também de oriente. O acervo é bem interessante e enorme. Portanto, para conhecer tudo é preciso tempo. Confesso que gosto mais de exposições de pintura e escultura, mas com certeza vale a pena reservar um tempo para o Museu do Exército. Detalhe é que se encontra de tudo lá, até armaduras com marcas de bala!

paris-invalidos-hotel-palacio-tumulo-napoleao-museu-do-exercito-franca

paris-invalidos-hotel-palacio-museu-do-exercito-tumulo-napoleao-franca

Túmulo de Napoleão

Embora o “residente” mais famoso seja o antigo imperador da França, não é só Napoleão quem está enterrado no Inválidos. Além dele, também “estão lá” seu filho François Bonaparte (Napoleão II), José e Jerónimo Bonaparte, irmãos de Napoleão; e os generais do Império, Géraud Duroc e Henri Bertrand. Na verdade, “enterrados” não é bem a palavra, pois os túmulos estão dispostos em “salas” repletas de homenagens, com a cripta de Napoleão ao centro.

paris-invalidos-hotel-palacio-tumulo-cripta-napoleao-franca
O túmulo de Napoleão rodeado e “guardado” por suas conquistas

O túmulo de Napoleão é absurdamente grande, tanto que é difícil imaginar como as suas cinzas podem estar dispostas ali dentro. A cripta fica ao centro numa espécie de sala inferior rodeado por estátuas igualmente gigantescas. No espaço onde é possível caminhar, nas paredes estão esculpidos os feitos de Napoleão durante os anos de seu Império. Estão lá as mudanças nas leis, o Código Napoleônico, as conquistas e as construções ordenadas por ele, como o Arco do Triunfo.

paris-invalidos-hotel-palacio-tumulo-cripta-napoleao-detalhes-parede
Detalhes do teto, parede (com as conquistas e feitos de Napoleão) e chão (onde o Imperador é retratado tal como César).
paris-invalidos-hotel-palacio-tumulo-napoleao-interior-dentro-franca
Visão geral de dentro do Palácio dos Inválidos

Como chegar

Chegamos no Inválidos de ônibus. Pegamos o 82 saindo da Champ de Mars, mas existem muitas outras linhas como 28, 63, 69, 83, 92 ou 93. De metro, é só descer na estação Invalides (linha 8 ou RER C).

Preço dos ingressos

O ingresso para todo o Palácio dos Inválidos custa 9,50 euros e dá direito a visitar todos os departamentos do Museu de Armas (de Luis XIV até Contemporâneo com peças da II Guerra Mundial), o Túmulo de Napoleão e o Museu da Ordem da Libertação (que não fomos). Como compramos o Paris Museum Pass, passamos direto e a entrada já estava inclusa.

paris-invalidos-hotel-palacio-tumulo-napoleao-franca

paris-hotel-palacio-invalidos-tumulo-napoleao-museu-exercito-entrada

paris-invalidos-hotel-palacio-tumulo-napoleao-interior-teto-cupula-dourada-franca
Detalhe interno da cúpula dourada

paris-invalidos-hotel-palacio-tumulo-napoleao-cripta-franca


Veja também:

Paris vista da Torre Eiffel

Arco do Triunfo e Champs Elysées

Louvre – o museu palácio de Paris

Pensando em ir para Paris? Confira uma lista de hotéis pelo centro!
banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.

  • Vinicius

    O museu das armas (exército) é sensacional…

    • Jessica Veneravel

      É mt legal mesmo Vinícius. É impressionante ver as armaduras para cavalos e até para crianças. Vlw pela visita!

  • reborn

    minha viagem dos sonhos *-*
    espero realizar em 2016.

    • Jessica Veneravel

      Tomara que de certo! Por Paris vale a pena esperar.