займ онлайнкредиты онлайн
Close

O turismo tradicional na Irlanda é baseado principalmente na exploração da era medieval com destaque para as invasões que o território sofreu. E quando se fala em cidade medieval, não tem como não pensar em Castelos. O Dublin Castle ou Castelo de Dublim, em bom português, é um grande símbolo dessa época que resistiu até o dias de hoje. Aberto ao público, visitar o Dublin Castle é uma ótima forma de entender um pouco mais da história da Irlanda e como a identidade do país se construiu mesmo com tantas influências externas.

Dublin-Castle-entrada-castelo-Dame-Street-Irlanda

Um pouco de história

A história da Irlanda é marcada por grandes invasões de povos estrangeiros e a consequente dominação do seu território pelos mesmos. Os Celtas já estavam por aqui (chegaram por volta de 600 A.C.) quando os mais famosos invasores desembarcaram na ilha: os Vikings.

Estima-se que as primeiras invasões Vikings ocorreram cerca de 200 anos após a chegada dos Celtas. Foram várias e o principal alvo dos ataques eram os monastérios, onde eram guardadas além de riquezas materiais como objetos em prata e ouro, fontes de conhecimento como livros. As invasões se seguiram durante anos e muitos Vikings inclusive se casaram com mulheres Irish, se tornaram cristãos e construíram uma nova vida na Irlanda.

Dublin-Castle-castelo-torre-original-Irlanda

A Irlanda era dividida em quatro grandes reinos: Connacht, Munster, Leinster e Ulster. Em 1166 Dermot MacMurrough decidiu se autoproclamar o Rei Supremo da Irlanda. Para isso, ele pediu apoio militar aos Anglo-Normandos (nome dado aos os Normandos, habitantes da região da Normandia, na França, que haviam conquistado a Inglaterra). Foi por influência dos Anglo-Normandos que grandes fortes/castelos foram erguidos para proteger a região, dentre eles está o Dublin Castle.

Construído em 1204, o castelo desde então foi usado como forte, residência oficial do Vice- Rei (representante Britânico na Irlanda) e até sede do parlamento e dos tribunais da cidade. Hoje, o castelo é usado para a realização da cerimônia de posse do presidente da Irlanda, como hospedagem de visitas de Estado e para eventos do governo como banquetes e local para reuniões de Estado.

Como chegar?

O Dublin Castle localiza-se na Dame Street, próximo à região do Temple Bar em Dublin 2.

A visita ao o Dublin Castle

Dublin-Castle-castelo-visita-tour-Irlanda

A visita ao Dublin Castle só é feita a alguns cômodos. Isso porque no complexo ainda funcionam alguns gabinetes de Estado. As salas usadas para as cerimônias oficiais também são vistas apenas de fora, por exemplo.

Todo o complexo ocupa uma área de 44 000 m2 divididos entre: dois museus, dois cafés, um centro de conferência internacional, dois jardins e a área de gabinetes governamentais.

dublin-castle-castelo-interior-visita-tour-detalhes-Irlanda

Dublin-Castle-castelo-sala-trono-rei-Irlanda

Ao longo dos anos, o Dublin Castle também sofreu com ataques e até com um incêndio. Após cada incidente ele era reconstruído, mas sem o cuidado em preservar totalmente sua aparência original. É fácil perceber do lado de fora a mistura de estilos e até de cores que tomou conta do castelo. Confesso que fiquei desapontada em ver uma torre original tão bonita de um lado e do outro, paredes pintadas com cores fortes, como se não fizessem parte do mesmo complexo.

Dublin-Castle-castelo-Irlanda
Foto de Jamie Brown, AIA
Dublin-Castle-externo-paredes-coloridas-Irlanda
Foto de William Murphy

Por dentro o Castelo é bonito, mas é preciso pensá-lo de acordo com a realidade na qual ele foi construído (bem diferente do Palácio de Versalhes do então reino mais rico da Europa, de Alhambra ou do Palácio de Buckingham).

Os ambientes muito bem preservados com móveis, lustres e  pinturas originais. Infelizmente, não tem como fazer um tour sem guia. Como o castelo é antes de tudo, uma casa, ele não foi pensado para que os visitantes façam um único caminho ou consigam se entender sozinhos. Eu fui com um grupo do curso, então o professor já fez o papel do guia, mas é possível contratar um na entrada do local.

Do lado de fora do Dublin Castle está o jardim real. Um verdadeiro refúgio para os cidadãos que queiram ficar sentados na grama tomando sol, lendo um livro, enfim, descansar. Conta-se que ali existia um lago de águas bem escuras, formado pelo encontro dos rios Poddle e Liffey. O lado era chamado de poça negra que em gaélico é Dubh Linn, origem do nome da cidade: Dublin!

dublin-castle-castelo-jardim-irlanda-europa

Dublin-Castle-parque-jardim-externo-Irlanda

Preço dos ingressos

Para apenas visitar as áreas externas e o jardim não é preciso pagar, nem é preciso guia. Já para entrar no Castelo sim. O preço pago por pessoa foi de 3,50 euros. E em toda primeira quarta-feira do mês, a entrada é gratuita!

Dublin-Castle-castelo-Irlanda-entrada

Dublin-Castle-salao-principal-banquete-castelo-Irlanda


Veja também:

Dublin: uma cidade original e multicultural

Dublin – primeiras impressões

Malahide – castelo e praia na Irlanda!

Vai conhecer Dublin? Confira aqui várias opções de hospedagem!
banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.