Close

Ir à Londres e não conhecer o Palácio de Buckingham é quase como ir à Roma e não ver o Papa. Mesmo para os que não gostam de roteiros “turistão”, vale a pena ao menos passar em frente ao Palácio, conhecer um dos poucos lugares do mundo que abriga uma família real e observar o magnífico Memorial à Rainha Vitória.

Londres Palacio de Buckingham Victoria Memorial Inglaterra

Palácio de Buckingham – um pouco de história

O local onde hoje está o Palácio era uma residencia construída e em 1703 pelo Duque de Buckingham, membro de família nobre que sempre esteve bem próxima a monarcas como Ricardo III e Henrique VII. A casa de Buckingham, como era conhecida, foi adquirida para ser apenas uma residência privada em 1762 pelo Rei George III. Foi pelas mãos da Rainha Victoria em 1837 que se tornou a residência oficial da família real.

No entanto, o prédio foi muito modificado e ampliado desde o desenho original.  Hoje o palácio conta com incríveis 19 salas de “Estado” (usados para receber visitas oficiais), 52 quartos de hóspedes, 188 quartos para empregados,92 escritórios e 78 banheiros; distribuídos em 108 metros de comprimento, 120 de profundidade e 24 de altura.

Londres-Palacio-Buckingham-vista-familia-real-troca-de-guarda

Londres-Palacio-Buckingham-Saint-James-Park

O prédio em si está longe de se parecer com os palácios de filmes ou contos de fada. Ele também parece ser bem menor se compararmos com o Palácio de Versalhes ou com Alhambra (que é quase uma cidade). Mesmo assim, o que o torna bonito mesmo é o conjunto de toda a praça com o Saint James’s Park e o Victória Memorial compondo o cenário.

Victoria Memorial

Bem à frente do Palácio está o Victoria Memorial ou Memorial à Rainha Vitória. É um monumento imponente feito todo em mármore, com destaque para estátuas de bronze cercando o monumento principal e uma estátua no topo dourada. O branco com apenas o topo em dourado formam um contraste único.

Londres-Palacio-Buckingham-Victoria-Memorial

Foi erguido em 1911 e é tombado pelo Complexo de Patrimônio do Reino Unido, sendo considerado por eles como uma escultura de extrema importância e com valor histórico internacional (assim como o próprio Palácio de Buckingham).

Londres-Palacio-Buckingham-Memorial-Rainha-Vitoria-Victoria-Memorial

A troca da guarda

A famosa troca da guarda do Palácio é ainda hoje um dos momentos mais esperados pelos turistas que vão à Londres. Por que? Boa pergunta. Sinceramente, essa atração nunca esteve no nosso roteiro inicial, mas eis que damos a sorte (ou o azar) de pegar justamente o dia e a hora da troca de guarda.

Durante a primavera e o verão (maio a julho) a cerimônia de troca de guarda ocorre todos os dias, já no outono e inverno (de agosto a abril) somente dia sim/dia não. Indo em direção ao Big Ben e passando pelo Palácio, vimos ruas fechadas e muita, muita gente disputando um lugar nos arredores do palácio. Descobrimos que era um “dia sim” para a troca da guarda e aproveitamos e ficamos para ver.

Londres-Palacio-Buckingham-troca-da-guarda-real

A marcha, que vem do Saint James Park em direção ao Palácio, começa às 11h. Os primeiros a aparecem alguns guardas montados a cavalo que seguem na frente abrindo o caminho (até porque muitos turistas vão se apertando até ficarem no meio da pista), depois vem a a banda, trajados com sua farda de apresentação e tocando uma espécie de marcha; por fim vem os guardas (sim, aqueles dos filmes e desenhos). Quando chegam ao palácio há a troca em si com passos marcados bem conhecidos de todos.

Londres-Palacio-Buckingham-troca-da-guarda-real-Inglaterra

É interessante ver como eles preservam esse ritual, ver os guardas pomposos e tudo o que a cerimônia envolve… Sim. É imperdível? Não. Fica tudo tão cheio que não dá para curtir o momento, tanto que optamos por seguir caminho e voltamos no nosso último dia em Londres (dia em que não ocorreu a cerimônia de troca da guarda).

Como chegar?

As estações de metrô mais próximas são Saint James Park e Victória, das linhas amarela e verde. Ônibus com destino a “Victoria” também deixam em pontos bem perto.

Ou para quem estiver hospedado por perto, uma dica é ir andando. Como nos hospedamos próximo ao Hyde Park (no hostel Meininger, que super indicamos), aproveitamos e fomos andando até lá e curtindo um pouco do outono inglês.

Londres-Palacio-Buckingham-Green-Park-caminho

Como visitar?

A visita ao Memorial ou mesmo passar em frente ao Palácio são atividades totalmente gratuitas. Basta apenas um pouco de disposição para achar um bom espaço.

Assim como o Big Ben, não tem jeito, todos os dias o Palácio de Buckingham está lotado de gente. As pessoas se concentram principalmente do alto do Victoria Memorial, de onde é possível tirar ótimas fotos com o Palácio ao fundo. É comum também ver crianças e adolescentes subindo no monumento e sentando entre as estátuas. Apesar disso, tudo é absurdamente (no bom sentido) limpo e bem cuidado.

Durante o verão existem diferentes tours por dentro do Palácio. Por meio deles é possível conhecer as salas de “Estado”(State Rooms), os estábulos reais (Royal Mews) e/ ou a Galeria da Rainha (Queen’s Gallery), que possui obras de arte de artistas de importância internacional. As exposições mudam de tempo em tempo então, se você pretende fazer esse tour, é importante observar as atualizações do site oficial: www.royalcollection.org.uk

Londres-Palacio-Buckingham-fonte-marmore-Victoria-Memorial

Londres-Palacio-Buckingham-vista-Victoria-Memorial-fonte

Preços dos ingressos

Os ingressos, que podem ser adquiridos no mesmo site acima, são bem salgados. Assim como no passeio na London Eye, existem vários tipos de ingresso: desde um apenas para os State Rooms que inclui até uma taça de champagne por 75 pounds até pacotes que incluem mais de um tour por 19,50 pounds. Pessoas acima de 60 anos e abaixo de 17 tem preços diferentes, em alguns casos, crianças de 5 anos tem admissão grátis. Vale dar uma olhada com calma no site, escolher o que melhor lhe agrada e comprar sempre com antecedência.

Londres-Palacio-Buckingham-Inglaterra-familia-real


Gosta de Palácios? Confira também:

Malahide – castelo e praia na Irlanda!

Palácio de Versalhes – visita ao castelo dos sonhos

Alhambra – vale a pena o monumento mais visitado da Espanha?

Dublin Castle – uma viagem no tempo

Vai viajar? Confira hotéis na região central de Londres!
banner-booking

Sobre o autor

Niteroiense de nascença, Botafogo de coração, Relações Públicas por formação, blogueira e viajante por paixão! Ama destinos históricos e visitar Museus em todo o mundo, mas não dispensa uma boa praia. Para ela, uma viagem não está completa sem apreciar (e bem) a culinária local e as lojas, claro.