Carrancas – A cidade das cachoeiras

Carrancas foi uma das primeiras cidades que eu visitei quando comecei a entrar nessa onda de acampar e conhecer cachoeiras. Localizada no sul de Minas Gerais, é conhecida como “a Cidade das Cachoeiras”! É uma cidade pequena com apenas cinco mil habitantes e, por isso o ideal é visitá-la fora de feriados. Fui no dia das crianças de 2009, ou seja, cidade cheia!

Como chegar em Carrancas?

Mais uma vez recomendando o site do Guia 4 rodas. É só colocar a cidade de origem e a cidade destino que ele traça uma rota. Abaixo a distância das principais capitais:

Belo Horizonte 286  km
São Paulo 411  km
Rio de Janeiro 421  km
Brasília 1.060  km
Vitória 850  km

estrada para carrancas fotografia serra mg br brasil cachoeiras viagem sem frescura viajando

Estrada para Carrancas

Posso falar da estrada Rio de Janeiro – Carrancas, que é a única que eu conheço: a melhor opção é pegar a BR 040, passando por Juiz de Fora até Barbacena. De Barbacena pega-se a BR 265 até Itutinga e de lá a estrada para Carrancas. Do Rio até Juiz de Fora a estrada é excelente! Mas fiquem atentos ao preço do pedágio que é bem salgado (e são 3 até lá!).

Muita atenção na estrada entre Juiz de Fora e Barbacena!! Alguns trechos são muito ruins, e quando chove a coisa piora! Então, não corra!! Cuidado nas estradas!

O que esperar?

Carrancas é uma cidade muito conhecida por suas lindas cachoeiras, mas além disso, você irá encontrar grutas com inscrições rupestres.

Onde ficar?

Estávamos em um grupo de seis pessoas e ficamos no camping da ponte, que é conhecido também como Camping do seu Osvaldo. Esse camping fica a 2km da cidade, então se forem ficar lá, vão de carro!! Alias, Carrancas é outra cidade que se você quiser curtir várias cachoeiras, terá que ir de carro. As cachoeiras são bem distantes umas das outras. Mas voltando ao camping, ele é bem arrumadinho! Tem uma ampla área verde, é bem plano e tem um barzinho que fica aberto direto. Os banheiros são limpos, com chuveiro de água quente. Então eu recomendo o camping do Osvaldo!!

camping seu oswaldo carrancas trilhas cachoeiras sem frescura viajando turismo acampar acampamento

carrancas camping acampamento por do sol viajando sem frescura

O que fazer em Carrancas?

Bom, eu acho que aproveitei bastante o lugar, mas só deu tempo de conhecer as cachoeiras! Não cheguei a visitar nenhuma gruta. Mesmo assim eu vou postar algumas dicas.

Cachoeiras e Grutas

Não sei exatamente quantas são, mas sei que são muitas! Vamos às principais:

Cachoeira da Fumaça: É o cartão postal da cidade. Uma queda d’água de 22 metros de altura que fica a 8 km do centro de Carrancas. Infelizmente só serve mesmo para tirar fotos, parece que todo o esgoto da cidade é jogado la sem o menor tratamento. Uma pena.
Nos arredores da cachoeira da fumaça você vai encontrar algumas outras cachoeiras, como a Véu da Noiva, que tem um poço pra dar um mergulho.

carrancas mg cachoeira da fumaça fumaca ponto turistico viajando sem frescura brasil

Complexo da ZildaEsse lugar aqui é muito bacana! Cachoeiras, corredeiras, escorregadores, grutas, pinturas rupestres, enfim, um verdadeiro paraíso localizado cerca de 12 quilômetros de Carrancas, onde se encontram algumas nascentes do rio Capivari e onde fora gravada a novela “O Fim do Mundo”, levada ao ar pela Globo em 1996. Mas fique atento, é o lugar que mais enche! Então vai uma dica, se você for num feriado e quiser curtir o local com poucas pessoas, vá no primeiro dia, ou no ultimo do feriado!

Escorregador da Zilda: Uma pedra lisa de aproximadamente 10 metros que forma um escorregador! A galera vai descendo em pé (só os nativos), de cabeça (que é bem bacana) e os mais tranquilos vão sentados mesmo! Da pra ficar um bom tempo  lá!

carrancas brasil mg cachoeiras escorregador da zilda paraiso viajando sem frescura

Cachoeira da Zilda: O nome “Zilda” é referência à uma das mais belas jovens, filha de Carrancas, que segundo a lenda, nos finais de tarde, era vista se banhando nua nas águas da cachoeira. É a cachoeira mais bonita do Complexo, possui uma prainha e um ótimo poço para banho. O acesso é fácil, porém exige um poco de atenção para chegar na parte de baixo da cachoeira são necessárias duas travessias pela água, a primeira logo no começo da trilha e a outra chegando a parte de cima da queda d´água. Trilha praticamente plana e aberta que pode ser feita entre 5 e 10 minutos.

carrancas cachoeira da zilda mg minas gerais paraiso acampamento sem frescura complexo

carrancas cachoeira da zilda mg minas gerais paraiso acampamento sem frescura complexo

Cachoeira dos Índios: Possui um bonita queda e um poço refrescante repleto de pequenos peixes, é a cachoeira com o melhor e mais fácil acesso.

cachoeira dos indios carrancas mg minas gerais viajando sem frescura

Cachoeira dos Anjos: Uma linda cachoeira que fica bem perto da Racha da Zilda (não pense besteira). Para chegar, é preciso pegar uma trilha bem bacana subindo o rio.

carrancas minas gerais mg viajando sem frescura deixa brasil trilha chegar cachoeira dos anjos

Racha da Zilda: A entrada da Racha da Zilda fica ao lado da cachoeira dos Anjos. É um local de difícil acesso. Trata-se de um belo cânion, por onde se entra mergulhando em suas águas frias e que esconde uma bela surpresa àqueles mais curiosos!

carrancas minas gerais mg viajando sem frescura deixa brasil racha da zilda

Gruta da Zilda: Gruta  esculpida no quartzito, possui cerca de 150 m de extensão e é de fácil travessia.
Inscrições Rupestres: Existem algumas pinturas e alguns artefatos líticos encontrados na área da Zilda, o que nos remete à origem do povoamento na região. A época dos coletores – caçadores. Embora ainda não estudados, estes materiais exprimem grande valor histórico e científico.

carrancas minas gerais mg viajando sem frescura deixa brasil gruta inscricoes rupestres

Complexo Vargem Grande: Com águas refrescantes o poço principal do complexo tem uma vista incrível, sendo possível dar um mergulho e ao mesmo tempo prestigiar um linda paisagem da região. Próximo aos poços encontramos varias formações rochosas. O acesso é feito por uma trilha em uma leve subida. Nesse lugar esta situado um dos lugares mais bonitos de Carrancas:

carrancas minas gerais mg viajando sem frescura deixa brasil  poços complexo vargem grande visual paraiso

Poço da Esmeralda: De um verde incrível o Poço da Esmeralda é um paraíso natural, o ideal é chegar no poço ao meio dia, quando o sol bate diretamente na água, deixando o poço com uma coloração incrível de verde esmeralda. É um excelente local para dar um mergulho.

carrancas minas gerais mg viajando sem frescura deixa brasil  complexo vargem grande poço da esmeralda gravação da globo novela paraiso

Complexo da Toca: Mais um lugar onde podemos encontrar poços e cachoeiras. É dentro de uma propriedade particular, então leve uma graninha para dar na entrada.

carrancas minas gerais mg viajando sem frescura deixa brasil  complexo da toca poço do coração coracao paraiso

Poço do Coração e arredores: Aqui as rochas formam vários poços, onde podemos mergulhar. Numa dessas formações, podemos notar um desenho de um coração. Vale a pena dar uma conferida e tirar boas fotos!

carrancas minas gerais mg viajando sem frescura deixa brasil  complexo da toca poço do coração coracao paraiso

Nada melhor que sair da cachoeira, tomar um banho e curtir o pôr do sol em algum lugar legal né? Então vai a dica!

Monte Teta: É o lugar onde todos vão para ver o pôr do sol. E realmente vale a pena! É possível chegar de carro até lá.

carrancas minas gerais mg viajando sem frescura deixa brasil vista monte teta

carrancas minas gerais mg viajando sem frescura deixa brasil vista monte teta por do sol por-do-sol